BAHIA, GERAL

Professores da Bahia incentivam leitura de clássicos da Literatura essenciais para o ENEM

Em tempos de pandemia do novo Coronavírus, que induziu o isolamento social por conta do seu alto contágio, professores e gestores da rede estadual vêm criando, voluntariamente, desde quando as aulas tiveram que ser suspensas, em março, alternativas pedagógicas para incentivar os estudantes à leitura, visando mantê-los ativos no seu processo de aprendizagem. Por meio das redes sociais (Instagram e Facebook) e do Google Classroom, os educadores dialogam sobre leituras essenciais e dão dicas de livros, incluindo os exigidos nas provas do Exame do Ensino Médio (ENEM). 

Com a impossibilidade de realizar, este ano, a tradicional Festa Literária do Colégio Estadual Rotary, gestores e professores da unidade escolar, situada no bairro de Itapuã, em Salvador, optaram pela produção do e-book “Poesias em tempos de pandemia”. “A ideia do e-book surge como uma oportunidade para refletirmos sobre este momento histórico tão difícil em todo o mundo, com questões sociais que, abruptamente, emergiram em nossa sociedade, e abrirmos um espaço para os estudantes exporem suas emoções através da arte poética”, ressaltou o diretor Erweuter Volkart. No final de março, recorda o gestor, foi criada a ação virtual “Espalhe poesia e não pandemia”, por meio da qual os estudantes recebiam dicas de leituras e produziam textos a partir desses focos de inspiração. 

Dentre as dicas de leitura destacam-se “A revolução dos bichos”, de George Orwell, escrito durante a II Guerra Mundial, que retrata um movimento de revolta dos animais de uma fazenda contra seus donos e ao próprio sistema no qual estão inseridos. “A obra é uma crítica ferrenha aos governos extremistas e às formas de dominação e poder que atingiram a sociedade daquela época, mas que ainda continuam muito atuais”, comparou Erweuter. O educador cita, também, “Mulheres que correm com lobos”, de Clarissa Pinkolas Estés, “que convida o leitor a refletir, de maneira suave e bastante lúdica, sobre como os arquétipos femininos, formados a partir de lendas e da imposição de uma sociedade patriarcal, ocupam lugares de relevância no nosso cotidiano, ainda que não demos conta disso”.

LEIA MAIS

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s