ACRE, GERAL

Projeto Escola em Casa incentiva o ensino a distância no Acre

Dona Edna Yawanawá mora no município de Tarauacá, distante 409 km da capital do Acre. Com cinco filhos, ela mantém todos eles estudando e aprendendo. Ela e os filhos acompanham as aulas remotas que são oferecidas pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Ela realiza o que chama de “revezamento de horário”. As aulas são acompanhadas principalmente pelo rádio, pela televisão e também pelo celular. Como criou uma rotina, também tem acesso aos materiais impressos disponibilizados pela escola.

“Para mim isso tem sido de grande alegria porque eu sinto que nós não fomos abandonados, o governador está sempre se preocupando com a gente, a gente sente essa preocupação e as escolas estão realmente presentes na vida dos alunos”, faz questão de dizer ao se referir às aulas remotas realizadas pela SEE.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Fórum Estadual de Educação do Acre define posicionamento em relação às aulas presenciais

A reunião extraordinária do Fórum Estadual de Educação foi realizada na tarde desta segunda-feira, 3, no auditório da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), em Rio Branco. O principal objetivo foi discutir estratégias de retomada das aulas presenciais nas escolas da rede estadual de ensino do Acre.

Realizado tanto de modo presencial, respeitando as medidas de distanciamento, quanto de forma online, o evento contou com a presença de representantes da Secretaria Estadual de Saúde, Prefeitura de Rio Branco, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Unime), Conselho Estadual de Educação (CEE), sindicatos, Colegiado de Diretores de Escolas Públicas (Codep), Ministério Público do Estado, Tribunal de Contas e outras instituições.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Programa Escola em Casa adapta ensino para alunos do Acre

Completando um mês de lançamento no Acre, o programa Escola em Casa transformou a residência de muitos estudantes em uma extensão da sala de aula. Com a paralisação das aulas presencias, para evitar a proliferação da Covid-19, por enquanto, a lousa do professor é substituída pela tela da TV e as explicações ouvidas pelas ondas sonoras do rádio.

Idealizado pelo governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), o programa exibe um cronograma de aulas semanais, transmitindo tanto para zona urbana, quanto para a zona rural, possibilitando um acesso integrado do ensino até mesmo para aqueles alunos em regiões mais isoladas.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Educação do Acre entrega computadores nas escolas do interior

Esta semana foi a vez das escolas dos municípios de Mâncio Lima e Rodrigues Alves serem contempladas com os novos computadores adquiridos pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE).  Eles irão substituir antigas máquinas, que estavam obsoletas e já não atendiam as demandas das comunidades escolares.

São computadores novos, com processadores modernos e já com o Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação da Educação (Simaed), fundamental para a realização do Censo Escolar, permitindo dinamizar o trabalho das equipes gestoras. Servirão também para readequar os laboratórios de informática das escolas.

Nessa etapa, entre as escolas contempladas com os novos computadores está a Belarmino de Mendonça, em Mâncio Lima. Para lá foram colocados à disposição oito novos equipamentos. O professor José Fernandes Góes, gestor da escola, comemorou a aquisição.

“Os novos computadores irão melhorar muito o nosso trabalho, porque os antigos que estavam aqui já não baixavam certos programas, o que atrapalhava muito o nosso trabalho. Sem dúvida, só temos a agradecer ao governo do Estado e ao secretário Mauro Sérgio, que veio pessoalmente nos entregar esse presente”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Educação do Acre distribui cartilhas de desenho junto aos kits da merenda escolar

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio da Divisão de Merenda Escolar, está distribuindo, junto com os kits de merenda escolar, cartilhas de desenho para colorir aos alunos de famílias de baixa renda, beneficiárias do programa Bolsa Família em Rio Branco capital do Acre. 

A ação é desenvolvida pelos estudantes do curso de Nutrição da Universidade Federal do Acre (Ufac), em parceria com a SEE. As cartilhas, educativas e lúdicas, têm como tema o combate ao coronavírus, lembrando, por meio das ilustrações, a importância de se lavar bem as mãos e manter os ambientes sempre bem arejados.

A SEE emitiu a portaria 984/2020 que normatiza a distribuição da merenda escolar às famílias de baixa renda. Ao longo da semana, para evitar que os produtos mais perecíveis se estraguem nos depósitos das escolas e no armazém da secretaria em Rio Branco, os gestores e suas equipes vêm montando e distribuindo o itens em sacolões. Ao todo serão distribuídos cerca de mil exemplares das cartilhas de desenho, que vêm acompanhadas de lápis de cor.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Instituto Arte na Escola oferta minicurso on-line gratuito em desenho

O IAE atua há 30 anos na formação continuada para professores de Artes, oferecendo uma série de cursos de longa ou curta duração, criados para educadores de todo o Brasil com uma abordagem pedagógica contemporânea. Com isso, as formações contam com mediadores especializados e matérias exclusivos, para que os professores de Artes aprofundem suas práticas na sala de aula.

Além disso, promove iniciativas como a organização de polos em universidades que formam a Rede Arte na Escola; parcerias e projetos aprovados de incentivo; produção e distribuição de matérias educativos para subsidiar os educadores e realização do Prêmio Arte na Escola Cidadã.

Padrão
ACRE, GERAL

Gestores e professores do Acre garantem qualidade do ensino à distância

Há dois meses e meio, o governo do Acre decretou situação de isolamento social devido à pandemia mundial do coronavírus. Desde o dia 17 de março, as aulas presenciais estão suspensas, o que fez a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) replanejar suas estratégias com gestores, coordenadores e  professores.

Apesar das dificuldades, os desafios estão sendo vencidos. A SEE realizou uma nova formação com a comunidade escolar, redefinindo o plano de ação a partir das aulas remotas. E as escolas têm feito a sua parte, adequando os meios tecnológicos disponíveis para manter a comunicação com os alunos.

Na maioria dos casos, o contato é feito por aplicativo de conversas virtuais, em que são criados grupos, e os conteúdos, vídeos e explicações são inseridos, de modo a promover a aprendizagem de maneira simples e criativa.

Não é só isso. Outros aplicativos de conversa e reunião são utilizados durante o planejamento da escola com os professores. Material impresso, retirado pelos pais na escola, também é parte da rotina do trabalho e faz com que a totalidade dos alunos seja atingida pelas aulas remotas.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Educação do Acre alinha planejamento com instituições

O secretário de Educação, Cultura e Esportes (SEE), professor Mauro Sérgio Cruz, e a diretora de Ensino, professora Denise dos Santos, reuniram-se no final da tarde desta terça-feira, 2, na sede da secretaria e também por webconferência, com representantes da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa (Aleac), do Conselho Estadual de Educação (CEE) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Na pauta do encontro, o alinhamento de ações, a continuidade do planejamento em torno das aulas remotas e as ações que estão sendo realizadas pela SEE desde o início da pandemia.

O secretário agradeceu a presença de todos e destacou que as ações da Educação são coletivas, bem como as contribuições que estão sendo dadas neste momento por gestores, coordenadores e professores para as aulas remotas: “Está sendo uma realidade nova para todos nós, ainda não estamos adaptados, até porque se trata de uma circunstância que ninguém queria, mas o esforço de todas as equipes de ensino, tanto da SEE quanto das escolas, precisa ser reconhecido neste momento”, afirmou.

Aos participantes da reunião ele também explicou as tratativas que estão sendo feitas desde o mês de abril em relação às videoaulas. Contatos diversos foram feitos para viabilizar parcerias com a TV Aldeia, que pertence ao Sistema Público de Comunicação do Acre, e também com emissoras locais para a exibição das aulas.

Algumas barreiras foram encontradas. Na TV Aldeia, o sistema ainda é analógico, enquanto que em outras emissoras não chega ao número adequado de municípios. Esta semana, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) autorizou a SEE a assinar um contrato com a Rede Amazônica, cujo sinal chega a 14 municípios acreanos.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Acre anuncia retorno das aulas presenciais na rede estadual em setembro

Conforme anunciado pelo governador do Acre, Gladson Cameli, a estimativa é de que as escolas voltem a receber os alunos no início de setembro, a depender do cenário de evolução da pandemia no estado. A Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (SEE) já começou a organização dos preparativos para o retorno das aulas presenciais.

De acordo com a diretora de Ensino da SEE, Denise dos Santos, a equipe já prepara um curso de formação continuada no formato de Ensino a Distância para os diretores escolares e professores com as recomendações do retorno. “A previsão é de que iniciemos a formação em julho para as equipes gestoras e professores por meio de webconferências e da platafroma educ.see.ac.gov.br”, explica. 

Quanto à readequação do calendário letivo de 2020, a diretora calcula que, com o retorno em setembro, as aulas deverão seguir até fevereiro do próximo ano. Já o início do ano letivo de 2021 fica previsto para abril do mesmo ano. 

Segundo o secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, a secretaria trabalha para que o retorno às aulas se dê em um ambiente seguro para os alunos e profissionais da Educação. “Nós estamos considerando os critérios epidemiológicos, de distanciamento social, bem como as ações de prevenção. Queremos que nosso aluno se sinta seguro dentro da escola”, afirma.

LEIA MAIS

Padrão