BAHIA, GERAL

Especialistas debatem a importância da colaboração para a Educação pós-pandemia

Com o tema “A força da colaboração na Educação pós-pandemia”, uma conferência virtual foi realizada, nesta quarta-feira (29), para debater a importância da construção conjunta de ações para a qualificação da educação. Promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), a atividade teve a participação especial do professor Mozart Neves Ramos, titular da Cátedra Sérgio Henrique Ferreira, do Instituto de Estudos Avançados do Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da Universidade de São Paulo (USP). 

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou a importância da atividade para uma troca de experiências no enfrentamento ao momento de pandemia. “É um rico debate para dialogarmos de forma colaborativa ações que possam qualificar a educação, principalmente neste momento de pandemia. Nossa busca sempre foi esta colaboração, que parte do diálogo frequente com conselhos, fóruns, prefeituras, secretários municipais, empresas do terceiro setor, sindicatos e movimentos sociais. E o professor Mozart, pelo seu conhecimento, vem somar a estes esforços”, afirmou.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Começa testagem para Coronavírus na comunidade escolar de Jequié

A testagem para o novo Coronavírus nas escolas estaduais do município de Jequié começou nesta segunda-feira (3), com professores e funcionários. A ação segue nesta terça-feira (4) com o mesmo público, das 8h às 17h e, a partir da quarta-feira (5), serão testados os estudantes, que vão se dirigir às unidades escolares nas quais estão matriculados, com hora marcada, conforme comunicado da direção da escola.  Ao todo, serão testadas 10.771 pessoas, sendo 9.964 estudantes, 560 professores e 247 funcionários, em 13 escolas estaduais e quatro anexos do município.

O material para a aplicação dos testes foi disponibilizado pelo Governo do Estado e entregue à Secretaria Municipal de Saúde. Para o atendimento, as unidades escolares foram preparadas com a higienização do local e disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). 

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Vale-alimentação reforça a segurança alimentar das famílias dos estudantes Bahia

O benefício da terceira parcela do Programa Vale-alimentação Estudantil, no valor de R$ 55 por estudante, além de garantir uma alimentação de qualidade, está servindo para complementar a renda das famílias que, muitas vezes, possuem algum integrante com dificuldades financeiras, especialmente neste período de pandemia do novo Coronavírus. Nos 417 municípios baianos, os estudantes estão adquirindo alimentos prioritários, como feijão, arroz, macarrão, leite, ovos e carne, que são consumidos não só por eles, mas por todos em suas casas, reforçando a segurança alimentar. A iniciativa conta com um investimento de R$ 44 milhões que, somados às duas primeiras parcelas, totaliza R$ 132 milhões de recursos próprios do Estado.

O cartão vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, sendo que a aquisição dos alimentos é de livre escolha dos estudantes. A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que se dirija ao supermercado apenas um membro da família, seguindo todas as normas de segurança, como o uso de máscaras de proteção individual.

Para o lavrador e ajudante de pedreiro, pai de quatro filhos, Erisvaldo Carvalho Curaçá, 35, o benefício está ajudando muito nas despesas de casa. Ele é pai dos estudantes Mateus, 13, e Eloisa, 15, que estudam no 8º e 9º ano, respectivamente, no Colégio Estadual José da Silva Marques, no município de Campo Formo, além dos caçulas Atoniel, 11, e Daniel Carlos, 10, que estudam na rede municipal. Como são dois estudantes na rede estadual, a família recebeu R$ 110 em cada uma das três parcelas do programa.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Estudante de 62 anos do Programa Universidade para Todos realiza sonho de cursar Direito

O sonho do estudante Sandoval dos Santos Azevedo, 62, do Programa Universidade Para Todos (UPT), de ingressar no Ensino Superior, para cursar Direito, já é uma realidade. O caminhoneiro autônomo é um exemplo de superação, dedicação e persistência, pois nunca desistiu de aprender e acreditar no seu potencial. Ele está cursando o segundo semestre no Centro Universitário Estácio da Bahia – Campus Fratelli Vita, em Salvador, após conquistar uma bolsa de 50% no Programa Universidade para Todos (PROUNI), por meio do seu bom desempenho e nota no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). 

Sandoval participou do UPT em 2018 e 2019, no Polo UPT da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), que funciona no Colégio Estadual Nelson Mandela, localizado no bairro de Periperi, em Salvador. Quem o conhece e convivia com ele sabe o quanto esta aprovação significa, visto que sempre dizia que seria aprovado em Direito. 

Sandoval disse que a vida toda se identificou com a área de Direito, se imaginando um advogado. “Eu sempre quis fazer uma faculdade de Direito, pois gosto de defender as questões e sei que é necessário que a gente tenha conhecimento e habilidade para lidar com as adversidades da vida. Acabei de realizar este sonho para me tornar um profissional honesto e prestativo”, disse, emocionado. 

O mais novo universitário baiano era um frequentador assíduo dos aulões de revisão para o ENEM, promovidos pelo programa UPT. “Este curso foi muito importante não só para mim, mas também para muitas pessoas que não têm condições de pagar um curso pré-vestibular. O UPT tem ótimos professores e eu gostava muito das aulas, tanto que participei de todos aulões. Recomendo este curso para todos, pois é muito bom e nos prepara muito bem para o ENEM. Estou muito feliz e realizado com esta aprovação. Na faculdade, sou bem elogiado e estou tirando muitas notas boas, inclusive dez”, revelou. 

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Em Bom Jesus da Lapa e Aporá estudantes participam de atividades on-line sobre o ENEM

Com o objetivo de auxiliar os estudantes  para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM),  o Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, localizado no município de Bom Jesus da Lapa, e o Colégio Estadual Professora Áurea dos Humildes Oliveira, localizado em Aporá, estão realizando uma  série de atividades virtuais.

O projeto “Entre nó e laços, o ENEM é nosso” está em andamento no Colégio Modelo. Na primeira atividade, realizada nesta semana, o tema foi  “Arte e suas linguagens”. A interação acontece  através da plataforma Google Meet, pelo Google Classroom, com abordagem de conteúdos da área de Linguagens e suas Tecnologias. Também serão realizados simulados no Google Forms e disponibilizados links, livros didáticos e atividades práticas.

A estudante Joyce Soares, 17, 3º ano, aprovou a iniciativa. “Em tempos difíceis, como o que estamos vivendo, é de extrema importância estarmos juntos e unidos com o propósito de dar continuidade à nossa vida estudantil. Acho muito importante esse intensivo para o ENEM, pois é uma nova forma de nos ajudar a seguir em frente de uma maneira diferente. Este projeto, com certeza, irá fortalecer o nosso aprendizado, pois todo esforço e dificuldade enfrentados agora serão lembrados futuramente por todos nós”.

Já no Colégio Estadual Professora Áurea dos Humildes Oliveira, localizado em Aporá, os estudantes estão participando do projeto “ENEM virtual”, que, além dos professores da escola, também conta com o apoio de professores parceiros da comunidades. As aulas virtuais acontecem em datas pontuais, através da plataforma Google Meet, e são abertas para estudantes egressos. Os estudantes recebem roteiros de estudos para estudar durante toda a semana, além de indicações de videoaulas, filmes, referências bibliográficas e artigos. Outra ação é o “Plantão de dúvidas”, por meio do qual os professores tiram dúvidas dos estudantes através de grupos de WhatsApp, separados por áreas.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Em todas as regiões da Bahia estudantes vão às compras com a terceira parcela do vale-alimentação

Em todos os 417 municípios da Bahia, os estudantes da rede estadual de ensino estão indo às compras com o vale-alimentação, referente à terceira parcela do benefício. Com os R$ 55 de crédito no cartão, os estudantes optam por estabelecimentos perto de casa e, com isso, movimentam a economia local. A iniciativa conta com um investimento de R$ 44 milhões que, somados às duas primeiras parcelas, totaliza R$ 132 milhões de recursos próprios do Estado, direcionados para a segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias.

A estudante quilombola Suzana dos Santos, 17, 3º ano, do Colégio Estadual do Campo de São Tomé, localizado no município de Campo Formoso, já foi às compras e falou da importância do benefício. “Este valor disponibilizado no cartão é muito importante não só para mim, mas para muitas famílias, pois algumas não possuem condições e, com esta pandemia, fica ainda mais difícil trabalhar e este benefício ajudou bastante”.

Para Raiane Pereira da Silva, 18, 3º ano, do Colégio Estadual de Ourolândia, localizado em Ourolândia, todas parcelas foram essenciais para a renda familiar. “As duas primeiras ajudaram muito neste período difícil de quarentena, com a renda baixa de minha família. Moro com minha mãe, irmã e meu padrasto, mas a renda dele não ajuda muito. Minha mãe trabalha, porém não ganha muito bem. Então, esta terceira parcela veio em uma boa hora, tanto que já comprei alimentos, como arroz, feijão, óleo, café, macarrão e outros”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Especialistas debatem a importância da colaboração para a Educação pós-pandemia

Com o tema “A força da colaboração na Educação pós-pandemia”, uma conferência virtual foi realizada, nesta quarta-feira (29), para debater a importância da construção conjunta de ações para a qualificação da educação. Promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), a atividade teve a participação especial do professor Mozart Neves Ramos, titular da Cátedra Sérgio Henrique Ferreira, do Instituto de Estudos Avançados do Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da Universidade de São Paulo (USP). 

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou a importância da atividade para uma troca de experiências no enfrentamento ao momento de pandemia. “É um rico debate para dialogarmos de forma colaborativa ações que possam qualificar a educação, principalmente neste momento de pandemia. Nossa busca sempre foi esta colaboração, que parte do diálogo frequente com conselhos, fóruns, prefeituras, secretários municipais, empresas do terceiro setor, sindicatos e movimentos sociais. E o professor Mozart, pelo seu conhecimento, vem somar a estes esforços”, afirmou.

Assista à conferência virtual : https://www.youtube.com/watch?v=oFM4_kcyjgA

Segundo o professor Mozart Neves Ramos, que também é membro do Conselho Nacional de Educação e atuou como presidente-executivo da organização Todos pela Educação, a colaboração faz parte do conceito da educação. “Não enxergo fazer educação sem colaboração, sem diálogo, sem o contraditório. Estes são conceitos muito caros para uma educação de qualidade e que possa impactar na formação das crianças e jovens. Estamos em um momento diferente, mas minha mensagem é a de que 2020 não é um tempo perdido. É um momento de novas aprendizagens, com o uso das tecnologias”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Cursos do PRONATEC alcançam 100% de matrícula e beneficiam povos e comunidades tradicionais na Bahia

Indígenas, quilombolas, agricultores familiares e camponeses assentados são alguns dos 6.710 estudantes que estão fazendo cursos de qualificação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), executados pela Secretaria da Educação do Estado (SEC). Mesmo durante o período de pandemia, devido ao novo Coronavírus, a SEC alcançou 100% de matrículas para os cursos ofertados de Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural, Agricultor Familiar, Agricultor Orgânico, Microempreendedor Individual, Assistente de Recursos Humanos e Promotor de Vendas e cujas aulas acontecem on-line, até 27 de novembro, na modalidade Formação Inicial e Continuada/ Educação à Distância (FIC/EAD).

O indígena Rodolfo Moreira, da Aldeia Massacará, do Povo Kaimbé, em Euclides da Cunha, é um dos beneficiados e falou sobre a importância desta qualificação para ele e para a sua comunidade. “O curso é fundamental para melhorar a produção diversificada dentro do território indígena com o plantio de alimentos saudáveis, sendo um importante instrumento de fortalecimento da cultura tradicional do povo Kaimbé”. 

A estudante quilombola Roseli Santana Calazans, da comunidade de São Francisco do Paraguaçu, no município de Cachoeira, que está fazendo o curso de Assistência Técnica e Extensão Rural, em Riachão do Jacuípe, espera devolver os conhecimentos para a sua comunidade. “Sou coordenadora da associação quilombola na comunidade, onde resido e já trabalho com agricultura, pesca e extrativismo. Vejo a oportunidade de participar deste curso como uma qualificação para o trabalho que presto na associação e em prol do meu povo”. 

Quem também está se qualificando é o pequeno agricultor Josafá Bezerra do Nascimento, que está matriculado no curso em Agricultor Familiar, no município de Antônio Cardoso. “A oferta do curso é muito importante, pois trás esperança de que, através do aprendizado, eu possa ajudar a desenvolver o assentamento onde moro com minha família”, disse ele, que trabalha no Assentamento do Movimento dos Sem Terra (MST) Antônio Guilhermino, em Sento Sé. 

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor realiza oficinas on-line sobre autoacolhimento

Com o tema “Autoacolhimento em tempos de recolhimento”, educadores da rede estadual participam de oficinas on-line voltadas para o cuidado com a saúde mental dos profissionais. A atividade, que conta com a participação de psicólogos, é desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), por meio do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor. Nesta terça-feira (28), participaram educadores de escolas ligadas aos Núcleos Territoriais de Salvador (NTE 26) e de Senhor do Bonfim (25). Já na quarta-feira (29), a ação acontece para unidades escolares do Núcleo Territorial de Santo Antonio de Jesus (NTE 21).

A superintendente de Recursos Humanos da Educação, Maria do Rosário Muricy, que participou da oficina com educadores do NTE 25, destacou o objetivo de acolher a rede estadual com as atividades do programa que completa 12 anos, em outubro. “Nossas ações estão sendo valiosas neste momento atípico de distanciamento social e retomada de ações do dia a dia. Neste mês de julho, 83 oficinas foram realizadas, envolvendo gestores, coordenadores pedagógico e professores de toda a rede escolar. Foram também desenvolvidas algumas oficinas com estudantes da rede conforme solicitação do gestor escolar, além da continuidade dos atendimentos individualizados que já totalizam 1.264 consultas”, afirmou. 

O psicólogo Marcelo Almeida, do NTE 26, ressaltou o trabalho desenvolvido pelo Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor neste momento de pandemia. “Queremos despertar nos educadores que podem contar com uma rede de apoio que disponibiliza o devido acolhimento aos profissionais da Educação. Com a pandemia, as patologias de ordem emocional podem surgir e uma atividade de escuta e intervenção contribui para a saúde mental dos gestores, coordenadores e professores”.  

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Governador da Bahia entrega 38 ônibus escolares para 37 municípios baianos

O governador Rui Costa, acompanhado pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, entregou, nesta terça-feira (28), no Parque de Exposições de Salvador, uma frota de 38 ônibus escolares para 37 prefeituras baianas. O ato foi realizado seguindo todas as medidas e protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A aquisição dos veículos contou com um investimento de R$ 7,4 milhões.

São 32 ônibus do modelo ORE 1 (Ônibus Rural Escolar), com capacidade para 29 lugares; um ORE 2, com capacidade para 44 estudantes sentados; e cinco ORE 3, tipo que comporta 59 estudantes sentados. Todos os veículos possuem Dispositivo de Poltrona Móvel (DPM) para embarque e desembarque de estudantes com deficiência ou com mobilidade reduzida. Os veículos irão atender aos estudantes das redes municipais e, também, aos estudantes da rede estadual de ensino que moram nas zonas rurais. Entre os municípios que receberam os veículos estão Itabuna, Valente, Brumado, Canavieiras, ilhéus, Jequié, Angical, Uruçuca e Paulo Afonso. 

O governador Rui Costa destacou a importância da entrega e a adequação das escolas para a retomada das aulas quando for possível. “Com fé em Deus, nós vamos ver os números da Covid-19 caírem aqui na Bahia, para que a gente possa programar o retorno às aulas. Já estamos nos preparando, entregando os ônibus escolares e reestruturando as escolas do Estado, instalando mais pias, mais locais de higienização e ventiladores em todas as escolas, mesmo nas salas que têm ar condicionado. As obras estão em andamento”.

Para o secretário Jerônimo Rodrigues, os ônibus irão potencializar a frota escolar. “Estes ônibus reforçam e qualificam a frota de transporte escolar no Estado da Bahia e são destinados para municípios grandes, como Itabuna, Ilhéus e Vitória da Conquista, e também para municípios menores, como Almadina. Neste momento, a gente aproveita para agradecer e reconhecer, também, a parceria com os parlamentares, porque as verbas para estas aquisições são de emendas parlamentares de deputados federais e estaduais e senadores. Portanto, uma alegria muito grande que estamos hoje engrossando, fortalecendo e qualificando a frota de transporte escolar e, dentro do protocolo, nós estamos cuidando de uma das partes importantes do transporte escolar dos estudantes”.

LEIA MAIS

Padrão