BAHIA, GERAL

Educação da Bahia e Fundação Getúlio Vargas destacam a educação estadual no contexto da pandemia

“A educação baiana no contexto da pandemia e os seus desafios” foi o tema da live que a Secretaria da Educação do Estado (SEC) realizou, nesta sexta-feira (14), conjuntamente com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A iniciativa contou com as presenças do secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, e do ex-ministro da Educação e professor Henrique Paim, da FGV.  A atividade, que pode ser conferida no canal da Educação no Youtube (https://bit.ly/3yfb4hU), foi acompanhada por professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares, gestores do  Núcleo Territorial da Educação (NTE) e estudantes. Mediada pela gerente de Projetos da FGV, Raiana Góis, a live abordou questões importantes, como o avanço das políticas públicas implementadas pela Secretaria da Educação do Estado.

O secretário Jerônimo Rodrigues, que abriu a live, fez um panorama sobre a atuação da Secretaria da Educação do Estado, visando garantir o vínculo entre estudantes e escola. “Estamos em um grande momento de mutirão. Junto a nós estão o CONSED, a UNDIME, a UNCME, fazendo o que mais sabemos fazer, que é defender a Educação. Na Bahia, um grande movimento está sendo feito para não perdermos o vínculo dos estudantes com a escola. Neste momento, estamos em atividades remotas que, por si só, é um desafio, incluindo a questão do acesso à internet e da renda das famílias. Por outro lado, criamos canais e atividades para fazer o melhor. Ao lado deste suporte pedagógico, temos a determinação do governador Rui Costa que estabelece um pacto para garantir, com recursos do próprio Estado, políticas de assistência estudantil, por meio de programas de bolsa”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Professores e trabalhadores da Educação celebram vacinação contra o Coronavírus na Bahia

Os profissionais ativos da Educação a partir dos 55 anos continuam sendo vacinados contra a COVID-19. As secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), juntamente com as secretarias municipais ampliam a mobilização para o processo, que envolve os educadores e profissionais da Educação Básica e do Ensino Superior das redes estadual, municipais e privadas. O cronograma para a aplicação das vacinas é divulgado pelos municípios de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes.

Com 57 anos, Marivone de Oliveira Silva Pimentel foi a primeira professora vacinada do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Régis Pacheco, em Jequié. Atuando em disciplinas do curso técnico em nível médio em Secretariado, a docente contou que está esperançosa com a vacinação. “Foi uma emoção muito gratificante. Depois de tanto tempo convivendo com o medo de ser infectada e sem saber como meu organismo reagiria, criei uma grande expectativa na vacina. Sinto a alegria de saber que tomei a primeira dose. É uma emoção indescritível, um momento que renova a esperança e a vida com a possibilidade de conviver novamente com as minhas atividades rotineiras e sem medo”, disse a professora.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Profissionais da Educação começam a receber a primeira dose da vacina contra o Coronavírus na Bahia

Profissionais da Educação a partir dos 55 anos e na ativa começaram a receber a primeira dose da vacina contra o Coronavírus. A iniciativa faz parte da decisão do Governo do Estado para garantir a prioridade da imunização dos educadores e trabalhadores da Educação na Bahia. O cronograma para a aplicação das vacinas é divulgado pelos municípios, de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o compromisso em priorizar os profissionais da Educação. “Sabemos da luta do governo do Estado para a aquisição das vacinas e imunizar o povo baiano. Apesar dos atrasos no envio pelo governo federal, a decisão do Estado em priorizar a vacinação dos profissionais da Educação das redes estadual, municipais e privada, da Educação Básica e do Ensino Superior, é um passo  importante para a volta às aulas presenciais. E daremos todo o suporte, por meio dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), em parceria com as secretariais municipais de Educação e Saúde, para que este processo ocorra com o maior êxito possível”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Decreto autoriza atividades semipresenciais em alguns municípios da Bahia

Um novo decreto publicado em edição on-line do Diário Oficial do Estado, no domingo (18), autoriza as atividades letivas semipresenciais em alguns municípios da Bahia. De acordo com o decreto, as atividades letivas, nas unidades de ensino públicas e particulares, poderão ocorrer de maneira semipresencial, conforme disposições editadas pela Secretaria da Educação, nos municípios listados no Anexo 2 abaixo, em que a taxa de ocupação de leitos de UTI se mantenha, por cinco dias consecutivos, igual ou inferior a 75%.

A realização das atividades letivas semipresenciais fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.  No restante do estado, continuam suspensas, até 26 de abril, as aulas presenciais nas unidades de ensino, públicas e particulares.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Secretário Jerônimo Rodrigues critica projeto que obriga retorno das aulas presenciais no auge da pandemia

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, criticou o Projeto de Lei n° 5.595/2020, em tramitação na Câmara dos Deputados, que quer obrigar as aulas presenciais em todo o país, em plena pandemia do novo Coronavírus, sem as condições epidemiológicas adequadas e sem a vacinação em massa.  “Todos somos a favor das aulas presenciais, mas a luta, agora, deve ser para que o governo federal acelere a vacinação. Não é a hora de um mero arranjo formal para tentar assegurar um retorno das aulas presenciais em um momento totalmente  inadequado. Esta medida também é arbitrária e irresponsável. Fere a autonomia dos estados e dos municípios, que serão obrigados a ofertar aulas presenciais, sem considerar a situação da pandemia em cada local. O país vive o pior momento desta crise sanitária, com mais de 358 mil mortos. Infelizmente, o Brasil se tornou uma ameaça sanitária global pela falta de gestão federal da pandemia. Agora querem ampliar os riscos à vida dos professores, servidores, estudantes e seus familiares. Isto é inaceitável”, afirmou Jerônimo Rodrigues.

O secretário disse que a maioria dos estados optou pela oferta do ensino remoto e ressaltou que, na Bahia, a volta às aulas presenciais está condicionada às diretrizes das autoridades de Saúde. “A prioridade do Governo da Bahia é salvaguardar a vida das pessoas. É preciso aguardar as condições epidemiológicas favoráveis. Tanto que o nosso planejamento prevê as atividades híbridas até chegar totalmente no presencial, mas somente quando isso for mais seguro”, ressaltou.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Escolas da Bahia engajam famílias para apoio às atividades do ensino remoto

O contato com as famílias dos estudantes tem sido uma estratégia adotada pelas escolas estaduais nesta primeira fase, do ano letivo, com ensino 100 % remoto, na rede estadual de ensino. O objetivo é contar com o apoio e o engajamento das mães, dos pais e responsáveis para que os estudantes realizem suas atividades e mantenham a rotina dos estudos em casa.

No Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Negócios do Centro Baiano Professora Felicidade de Jesus Magalhães, no município de Jacobina, a comunidade escolar realizou um processo de escuta das famílias e os resultados são positivos.  “Nossos estudantes estão muitos interessados e contam com o apoio de seus familiares. Eles veem este momento como uma oportunidade para a conclusão dos estudos e de começarem a aproveitar as oportunidades do mundo do trabalho. As primeiras semanas foram de adaptação ao novo formato e também foi uma oportunidade incrível para o desenvolvimento de novas aprendizagens”, avaliou o diretor da unidade, Gildeon Alves dos Santos.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Bahia dialoga com prefeituras sobre planejamento das aulas do ano letivo 2020/2021

As secretarias estaduais da Educação (SEC), da Saúde (SESAB) e de Relações Institucionais (SERIN) realizaram, nesta terça-feira (6), uma reunião com representantes de 31 municípios integrantes do Consórcio Público Interfederativo de Saúde que estão localizados nas regiões dos Núcleos Territoriais de Educação de Vitória da Conquista (NTE 20) e Itapetinga (NTE 08). Na oportunidade, foi discutida a situação da pandemia nas regiões e apresentadas ações desenvolvidas para o início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino, que tem no planejamento três fases: remota, híbrida e presencial, esta última quando as condições de segurança e saúde permitirem.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância do regime de colaboração entre Estado e municípios. “Desde o começo de 2020 já temos um forte diálogo com a UNDIME (União dos Dirigentes Municipais de Educação) e a UNCME (União dos Conselhos Municipais de Educação), que gerou diversas iniciativas para darmos conta deste momento de pandemia. Temos um trabalho desenvolvido pela SEC dentro das áreas pedagógicas, de gestão, de infraestrutura e tecnológica, que podem ser aproveitadas pelos municípios em parceria com a gente”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Estudantes criam rotina de estudos com a programação da TV Educa Bahia

Com uma programação diversificada, a TV Educa Bahia é uma opção complementar de estudos para diversos estudantes no Estado. Disponível na TV aberta, canal 10.2 em Salvador (ver canais http://bit.ly/sintonizeEducaBahia), em todos os 27 Territórios de Identidade e com transmissão on-line, através do portal http://educabahia.ba.gov.br, o canal apresenta um material qualificado, baseado nas matrizes curriculares de ensino. A iniciativa faz parte do  conjunto de ações complementares, implementadas pelo Governo do Estado para o ano letivo 2020/2021, que está sendo realizado de forma 100% remota na primeira fase.

A estudante Júlia Morales, 14 anos, que está matriculada na Escola Estadual Severino Vieira, em Salvador, acredita que a ferramenta disponibilizada auxilia em sua rotina de estudos. “Estou acompanhando as aulas no Educa Bahia, fazendo as atividades do Google Sala de Aula e as atividades enviadas pelo WhatsApp. Estou aproveitando todo conteúdo disponibilizado com o intuito de sempre melhorar como estudante”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Escolas da Bahia continuam na busca ativa para garantir permanência dos estudantes com o ensino remoto

As escolas estaduais continuam o processo de busca ativa para garantir a permanência dos estudantes e a continuidade dos estudos no ano letivo 2020/21, iniciado em formato 100% remoto, no último dia 15. Os gestores estão realizando reuniões com professores, estudantes líderes de classe, pais e autoridades locais para mobilizar e chamar a atenção dos estudantes para o engajamento nas atividades remotas, que estão sendo realizadas por meio de diferentes plataformas digitais educacionais e de materiais pedagógicos impressos.

Os educadores do Colégio Estadual Petrônio Portela, localizado no município de Jaguarari, já conseguiram contatar com quase todos os estudantes da unidade.  A diretora escolar Edineuza Reis Oliveira conta que o processo envolveu todos os funcionários da escola. Foram realizadas ligações para os alunos e foi feito um diagnóstico de quem tem internet ou não para o planejamento do material impresso. A escola também usou grupos de WhatsApp. “Nossa busca ativa se deu de várias formas. Também enviamos uma cartinha de retorno às aulas para os nossos alunos da zona rural que não tínhamos conseguido contato por telefone. Eles receberam com muito entusiasmo”, relatou Edineuza.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Educação da Bahia lança guia do estudante e da família com orientações sobre o ensino remoto

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) lança o “Guia do estudante e da família”, que traz orientações sobre o ano letivo 2020/2021, com início nesta segunda-feira (15), na modalidade 100% remota por conta do agravamento da pandemia do Coronavírus. Elaborada pelos educadores da rede estadual de ensino, a cartilha traz o planejamento da SEC dos dois anos letivos continuum (2020 e 2021), que acontecerá até o dia 29 de dezembro, com 1.500 horas-aula e contemplado em três fases de atividades escolares: remota, híbrida e aulas totalmente presenciais, esta última quando as condições de segurança e saúde permitirem.

>> Baixe o guia no endereço

Com a realização de dois anos letivos em um, a rede estadual implanta o currículo contínuo, o que significa que o estudante fará a série que cursava em 2020 e, gradativamente, avançará para a série seguinte, em regime especial. Serão realizadas 42 semanas de aulas, 228 dias letivos e 1.500 horas letivas divididos em Tempo Casa, com o auxílio de livros didáticos e de literatura, cadernos de apoio, reforço pelo Whatsapp, simulados e sala virtual Google; atividades complementares, com o programa Mais Estudo virtual, cursos on-line, iniciação científica e projetos estruturantes e de vida; e o Tempo Escola, com aulas presenciais, monitoria presencial do Mais Estudo, avaliações do Sistema de Avaliação Baiano da Educação (SABE), uso de salas multiuso e atividades práticas.

LEIA MAIS

Padrão