BAHIA, GERAL

Avança vacinação dos estudantes contra o Coronavírus na Bahia

A campanha de vacinação contra o Coronavírus segue contemplando adolescentes, jovens e adultos em todo o Estado de acordo com o calendário dos municípios por faixa etária. Os estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Régis Pacheco, localizado em Jequié, e do Colégio Estadual Professora Adélia Mendes, em Várzea da Roça, já receberam a primeira dose de vacinas. A inciativa está sendo realizada em parceria com as secretarias municiais de Saúde das duas cidades.  

O estudante Vinícius Henrique de Oliveira, 20, que faz o curso técnico em Segurança do Trabalho, no CEEP Régis Pacheco, em Jequié, já foi imunizado com a primeira dose da Coronavac. “Este é um momento muito importante, pois esperei por muito tempo a vacinação para jovens da minha idade. Estou muito feliz em ser imunizado, pois a vacina vai proteger a mim e a todos que convivem comigo, como colegas, amigos e familiares”, avaliou.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Escolas estaduais da Bahia iniciam aulas semipresenciais para estudantes do Ensino Fundamental

As aulas semipresenciais dos 125.481 estudantes do Ensino Fundamental da rede estadual foram iniciadas, nesta segunda-feira (9), em todo o Estado, três semanas após a retomada dos estudantes do Ensino Médio. Todas as unidades escolares que atendem de forma compartilhada ou exclusiva a oferta de ensino recepcionaram os estudantes seguindo todos os protocolos de biossegurança, como aferição da temperatura, uso obrigatório de máscara, higienização das mãos em pias e dispensers com álcool em gel 70% e distanciamento social. Além disso, foram entregues kits contendo uma camisa da farda e duas máscaras de proteção.

Para a estudante Suzanne Ellen Guedes, 13, 7º ano, do Colégio Estadual Severino Vieira, em Salvador, o início das aulas semipresenciais teve um clima especial. “Estou muito feliz em poder voltar para a escola e passar o meu aniversário com os colegas e professores, pois eles são muito presentes na minha vida e eu estava sentindo falta deste contato mais próximo”, afirmou.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Escolas da Bahia recebem dois milhões de máscaras para distribuição aos estudantes no ensino híbrido

Mais de dois milhões de máscaras de proteção individual foram entregues às escolas da rede estadual de ensino para a distribuição aos estudantes, nesta segunda fase do ano letivo continuum 2020/21, que começa nesta segunda-feira (26), exclusivamente, para os estudantes do Ensino Médio e suas diferentes ofertas e modalidades. As máscaras foram adquiridas em parceria com a Secretaria de Planejamento do Estado (SEPLAN) e mais 1,8 milhão de máscaras serão adquiridas, com o investimento de R$ 5,1 milhões para ampliar a distribuição por aluno. O objetivo é reforçar ainda mais a segurança de toda a comunidade escolar neste novo momento de aulas semipresenciais. 

O  superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Calazans, ressaltou que além das máscaras, as escolas estaduais receberam recursos para a compra de materiais e adequação aos protocolos sanitários estabelecidos. “As escolas estaduais receberam equipamentos de biossegurança com destaque para as máscaras que, após a pandemia da Covid-19, tornou-se de uso obrigatório no convívio social. As merendeiras e equipes de apoio também receberam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A palavra de ordem é reforçar a higienização de todos os espaços”, afirmou. 

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Escolas estaduais da Bahia são adequadas com protocolos sanitários para as aulas semipresenciais

As escolas da rede estadual de ensino, da capital e interior, passaram por adequações com os protocolos sanitários para o início das aulas semipresenciais, nesta segunda-feira (26), exclusivamente com os estudantes do Ensino Médio das diferentes ofertas e modalidades. Foram investidos recursos da ordem de R$ 305 milhões na requalificação das unidades escolares e as equipes escolares estarão apostos para orientar os estudantes neste novo processo de adaptação.

No Colégio Estadual Pinto de Aguiar, em Salvador, a diretora Ana Paula Ramos falou que tudo foi preparado com maior cuidado e atenção para receber a comunidade escolar. “A escola passou por uma reforma no ano passado com os recursos enviados pela SEC. Temos pias, dispensores de álcool em gel por toda unidade e máscaras para os alunos e funcionários. O pedagógico vem funcionando no remoto com atividades on-line e impressas quinzenais entregues na escola para os alunos sem acesso à internet. A volta às aulas no formato híbrido vai fechar um ciclo de trabalhos necessários ao momento e será um retrato de como funcionamos nesse período”.

No Colégio Estadual Gentil Paraíso Martins, no município de Valença, a diretora Mara Adriane Gonçalves, falou sobre as expectativas do ensino híbrido. “Acabamos de concluir a reforma do colégio. Foram trocados o telhado, a parte elétrica, o revestimento das paredes e pintamos toda a unidade. Além disso, instalamos novas pias, dispersores e totens de álcool em gel para a higienização das mãos. Contamos também com termômetros para aferição da temperatura e banners informativos sobre os protocolos de segurança”, afirmou.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Concurso premiará estudantes da Bahia por vídeos educativos sobre cuidado em tempos de pandemia

A Secretaria Estadual da Educação do Estado da Bahia (SEC) está com inscrições abertas para a 7º edição do concurso “Saúde na Escola – Promovendo a Educação para a Saúde”. O concurso é realizado no âmbito do Programa Educação Ambiental e Saúde, para a seleção de vídeos educativos produzidos por estudantes da rede pública estadual.

Neste ano, o concurso aborda o tema central: “O protagonismo estudantil contra o novo coronavírus – cuidando de si e dos outros em tempos de pandemia”. Com o objetivo de estimular o processo criativo e a conscientização sobre o tema, os conteúdos deverão ser produzidos por estudantes regulamente matriculados no Ensino Fundamental ou Ensino Médio de uma unidade de ensino da rede pública estadual.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Educação da Bahia e Fundação Getúlio Vargas destacam a educação estadual no contexto da pandemia

“A educação baiana no contexto da pandemia e os seus desafios” foi o tema da live que a Secretaria da Educação do Estado (SEC) realizou, nesta sexta-feira (14), conjuntamente com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A iniciativa contou com as presenças do secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, e do ex-ministro da Educação e professor Henrique Paim, da FGV.  A atividade, que pode ser conferida no canal da Educação no Youtube (https://bit.ly/3yfb4hU), foi acompanhada por professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares, gestores do  Núcleo Territorial da Educação (NTE) e estudantes. Mediada pela gerente de Projetos da FGV, Raiana Góis, a live abordou questões importantes, como o avanço das políticas públicas implementadas pela Secretaria da Educação do Estado.

O secretário Jerônimo Rodrigues, que abriu a live, fez um panorama sobre a atuação da Secretaria da Educação do Estado, visando garantir o vínculo entre estudantes e escola. “Estamos em um grande momento de mutirão. Junto a nós estão o CONSED, a UNDIME, a UNCME, fazendo o que mais sabemos fazer, que é defender a Educação. Na Bahia, um grande movimento está sendo feito para não perdermos o vínculo dos estudantes com a escola. Neste momento, estamos em atividades remotas que, por si só, é um desafio, incluindo a questão do acesso à internet e da renda das famílias. Por outro lado, criamos canais e atividades para fazer o melhor. Ao lado deste suporte pedagógico, temos a determinação do governador Rui Costa que estabelece um pacto para garantir, com recursos do próprio Estado, políticas de assistência estudantil, por meio de programas de bolsa”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Professores e trabalhadores da Educação celebram vacinação contra o Coronavírus na Bahia

Os profissionais ativos da Educação a partir dos 55 anos continuam sendo vacinados contra a COVID-19. As secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), juntamente com as secretarias municipais ampliam a mobilização para o processo, que envolve os educadores e profissionais da Educação Básica e do Ensino Superior das redes estadual, municipais e privadas. O cronograma para a aplicação das vacinas é divulgado pelos municípios de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes.

Com 57 anos, Marivone de Oliveira Silva Pimentel foi a primeira professora vacinada do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Régis Pacheco, em Jequié. Atuando em disciplinas do curso técnico em nível médio em Secretariado, a docente contou que está esperançosa com a vacinação. “Foi uma emoção muito gratificante. Depois de tanto tempo convivendo com o medo de ser infectada e sem saber como meu organismo reagiria, criei uma grande expectativa na vacina. Sinto a alegria de saber que tomei a primeira dose. É uma emoção indescritível, um momento que renova a esperança e a vida com a possibilidade de conviver novamente com as minhas atividades rotineiras e sem medo”, disse a professora.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Profissionais da Educação começam a receber a primeira dose da vacina contra o Coronavírus na Bahia

Profissionais da Educação a partir dos 55 anos e na ativa começaram a receber a primeira dose da vacina contra o Coronavírus. A iniciativa faz parte da decisão do Governo do Estado para garantir a prioridade da imunização dos educadores e trabalhadores da Educação na Bahia. O cronograma para a aplicação das vacinas é divulgado pelos municípios, de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o compromisso em priorizar os profissionais da Educação. “Sabemos da luta do governo do Estado para a aquisição das vacinas e imunizar o povo baiano. Apesar dos atrasos no envio pelo governo federal, a decisão do Estado em priorizar a vacinação dos profissionais da Educação das redes estadual, municipais e privada, da Educação Básica e do Ensino Superior, é um passo  importante para a volta às aulas presenciais. E daremos todo o suporte, por meio dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), em parceria com as secretariais municipais de Educação e Saúde, para que este processo ocorra com o maior êxito possível”.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Decreto autoriza atividades semipresenciais em alguns municípios da Bahia

Um novo decreto publicado em edição on-line do Diário Oficial do Estado, no domingo (18), autoriza as atividades letivas semipresenciais em alguns municípios da Bahia. De acordo com o decreto, as atividades letivas, nas unidades de ensino públicas e particulares, poderão ocorrer de maneira semipresencial, conforme disposições editadas pela Secretaria da Educação, nos municípios listados no Anexo 2 abaixo, em que a taxa de ocupação de leitos de UTI se mantenha, por cinco dias consecutivos, igual ou inferior a 75%.

A realização das atividades letivas semipresenciais fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.  No restante do estado, continuam suspensas, até 26 de abril, as aulas presenciais nas unidades de ensino, públicas e particulares.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Secretário Jerônimo Rodrigues critica projeto que obriga retorno das aulas presenciais no auge da pandemia

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, criticou o Projeto de Lei n° 5.595/2020, em tramitação na Câmara dos Deputados, que quer obrigar as aulas presenciais em todo o país, em plena pandemia do novo Coronavírus, sem as condições epidemiológicas adequadas e sem a vacinação em massa.  “Todos somos a favor das aulas presenciais, mas a luta, agora, deve ser para que o governo federal acelere a vacinação. Não é a hora de um mero arranjo formal para tentar assegurar um retorno das aulas presenciais em um momento totalmente  inadequado. Esta medida também é arbitrária e irresponsável. Fere a autonomia dos estados e dos municípios, que serão obrigados a ofertar aulas presenciais, sem considerar a situação da pandemia em cada local. O país vive o pior momento desta crise sanitária, com mais de 358 mil mortos. Infelizmente, o Brasil se tornou uma ameaça sanitária global pela falta de gestão federal da pandemia. Agora querem ampliar os riscos à vida dos professores, servidores, estudantes e seus familiares. Isto é inaceitável”, afirmou Jerônimo Rodrigues.

O secretário disse que a maioria dos estados optou pela oferta do ensino remoto e ressaltou que, na Bahia, a volta às aulas presenciais está condicionada às diretrizes das autoridades de Saúde. “A prioridade do Governo da Bahia é salvaguardar a vida das pessoas. É preciso aguardar as condições epidemiológicas favoráveis. Tanto que o nosso planejamento prevê as atividades híbridas até chegar totalmente no presencial, mas somente quando isso for mais seguro”, ressaltou.

LEIA MAIS

Padrão