GERAL, MATO GROSSO

Videoaulas do Pré-Enem Digital estão disponíveis também no Youtube

As videoaulas do projeto Pré-Enem Digital, ação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que são transmitidas pela TV Assembleia, de segunda a sábado, também estão disponibilizadas no Youtube. A Seduc criou o projeto “Pré-Enem Digital” com o objetivo de apoiar e dar suporte aos estudantes das escolas públicas que estão se preparando para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outros vestibulares.

Após serem transmitidas pela TV, a equipe da Seduc disponibiliza essas aulas também no canal do YouTube “Pré-Enem Digital”, ficando à disposição dos alunos para que possam revisar e estudar em momento oportuno.

Até agora, já foram transmitidas 52 videoaulas. Os conteúdos são focados nas quatro áreas do conhecimento que são exigidas no Enem.

Conforme explica a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, o projeto conta com uma equipe altamente comprometida e qualificada, composta por 33 professores, tanto da rede pública de ensino quanto da rede privada, que estão sendo voluntários nesse trabalho.

Toda a produção dessas videoaulas está sendo a custo zero para os cofres públicos. As gravações são feitas com equipamentos do Estado e no estúdio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Mato Grosso distribui 361 mil kits de alimentação escolar às famílias de estudantes da rede estadual

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) segue entregando kits de alimentação escolar aos alunos matriculados na rede estadual de ensino. Desde o mês de maio, quando começaram as entregas nas escolas, 361,3 mil kits, que contêm itens da cesta básica, frutas, leite, biscoitos, frango congelado, entre outros, são distribuídos às famílias.

Em junho ocorre a segunda etapa de distribuição dos alimentos para os estudantes que necessitam da merenda escolar nesse período em que não são ofertadas as aulas presenciais. Ao todo, são distribuídos 300 mil kits, sendo um para cada família dos estudantes, com investimentos na ordem de R$ 13,5 milhões em recursos federais e estaduais.

A distribuição dos kits é feita diretamente pelas escolas, conforme orientativo encaminhado pela Seduc. As unidades de ensino organizam o cronograma de distribuição observando os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS), ou seja, respeitando as medidas de segurança epidemiológica e sem causar aglomeração de pais nas unidades. 

O pagamento dos kits com os alimentos é feito com os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), conforme Artigo 2º da Resolução nº 02 de 2020 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Pelo menos 30% do recurso é destinado para a aquisição de produtos da agricultura familiar.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Mato Grosso investe R$ 16,3 milhões em obras de escolas

O Governo do Estado está investindo R$ 16,3 milhões para execução de obras de escolas em Cuiabá e Várzea Grande. As obras contemplam cinco unidades de ensino com reforma geral, ampliação e construção de prédio novo.

Em Cuiabá, está sendo construída uma escola nova no bairro Pedra 90 e duas escolas estão passando por reforma geral, a Hermelinda de Figueiredo, no bairro Coophema, e a Cleinia Rosalina Souza, no bairro Jardim Itamarati.

Em Várzea Grande, estão sendo reformadas as escolas Professora Arlete Maria da Silva, no Bairro Asa Bela, e Professor Honório Rodrigues Amorim, na Cohab Dom Orlando Chaves, região do Cristo Rei.

O secretário adjunto Executivo da Secretaria de Estado de Educação, Alan Porto, acompanhado do superintendente de Obras, Fernando Wieczorecck, visitou essas obras para ver o andamento de perto. Segundo o secretário, essas obras estão em ritmo acelerado e todas têm previsão de serem concluídas ainda este ano.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Educação do Mato Grosso começa entregar segundo kit de alimentação escolar a estudantes

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) iniciou nesta segunda-feira (1º de junho) a distribuição do segundo kit de alimentação escolar para as famílias de estudantes da rede estadual de ensino. Ao todo, serão entregues 300 mil kits. O valor do segundo kit, assim como do primeiro, foi estimado em R$ 45,00 cada.

O pagamento dos kits de alimentação escolar será feito com os recursos financeiros do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), conforme Artigo 2º da Resolução nº 02 de 2020 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os recursos, tanto da fonte estadual como da federal, já estão disponíveis nas contas dos Conselhos Deliberativos das Comunidades Escolares (CDCEs).

Pelo menos 30% do recurso deverá ser destinado para a aquisição de produtos da agricultura familiar, beneficiando assim a cadeia produtiva dos pequenos agricultores do Estado de Mato Grosso.

Para a definição do valor de cada kit, foi utilizado como critério o custo médio dos alimentos, apurado por meio dos processos de pregão e chamada pública realizados pelos municípios para o ano letivo de 2020.

Cada kit contém alimentos como feijão, arroz, frango, banana, alface, mandioca, laranja e leite de vaca. Podem ser acrescidos de outros produtos caso haja disponibilidade de estoque nas unidades escolares.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, as cestas com os alimentos serão entregues a todas as famílias dos estudantes que necessitam da alimentação escolar, como exemplo daqueles que estão inscritos no Programa Bolsa Família, em vulnerabilidade social ou que os pais estejam desempregados, sem condições de manter o sustento básico de suas famílias por não terem nenhuma fonte de renda.

“As medidas adotadas visam garantir a continuidade do direito do aluno à alimentação escolar no período em que não estão sendo ofertadas aulas presenciais por conta da Covid-19”.

Conforme orientativo da Seduc, encaminhado às unidades educacionais da rede estadual, a forma de distribuição dos kits deverá garantir que não haja aglomerações nas unidades escolares, conforme critérios já adotados anteriormente e sob a coordenação dos gestores escolares e CDCEs e acompanhamento das assessorias pedagógicas.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Educação do Mato Grosso vai transmitir aulas pela TV Assembleia

A partir da próxima segunda-feira (18.05), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) começa a transmitir aulas em parceria com a TV Assembleia, para os alunos da rede estadual de ensino, a custo zero para os cofres públicos.

Todas as videoaulas são produzidas e gravadas por professores da rede estadual e alguns professores voluntários da rede privada. As gravações dessas aulas estão sendo feitas com equipamentos do Estado e no estúdio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) e na própria sede da Seduc.

“Graças à participação dessas instituições e dos professores das redes pública e privada, vamos garantir o direito constitucional de acesso à educação e a continuidade da aprendizagem e do conhecimento aos nossos alunos”, ressalta a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

De acordo com a secretária, essa é mais uma ação da plataforma “Aprendizagem Conectada”, que disponibiliza aos estudantes, atividades pedagógicas complementares para auxiliá-los na aprendizagem durante o período da pandemia da Covid-19.

Neste primeiro momento, serão disponibilizadas videoaulas para os estudantes do ensino médio (Pré-enem), com conteúdos das quatro áreas do conhecimento que são cobradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Governo do Mato Grosso beneficia mais de 55 mil famílias com kits de alimentação escolar

O Governo do Estado de Mato Grosso irá entregar kits de alimentação a 55.757 estudantes da rede pública estadual de ensino, cadastrados e beneficiados no programa Bolsa Família. Serão investidos mais de R$2 milhões para garantir a alimentação aos estudantes. A entrega iniciará no dia 20 de abril em todas as unidades educacionais do estado.

A decisão foi tomada pelo governador Mauro Mendes. Uma orientação técnica da Secretaria de Estado de Educação foi encaminhada às unidades educacionais e assessorias pedagógicas nesta terça-feira (07/04).

A medida visa garantir a oferta de alimentação escolar a esses alunos, uma vez que as aulas estão suspensas até o dia 30 de abril em decorrência do coronavírus.

Os pais ou responsáveis serão informados pelos gestores escolares quanto ao horário de entrega programada, seguindo as orientações do Ministério da Saúde no que se refere ao ato de evitar aglomerações nas unidades educacionais.

O valor estimado de cada kit por família é de R$ 45,00, resultando em um investimento de R$ 2.509.065. Os kits contêm alimentos como feijão, arroz, macarrão, óleo, molho de tomate, sal e frango, e ainda podem ser acrescidos de outros produtos caso haja disponibilidade nas unidades escolares.

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Educação do Mato Grosso disponibiliza atividades para alunos

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) disponibilizou nesta terça-feira (14.04) aos estudantes da rede estadual a plataforma digital Aprendizagem Conectada. A plataforma, que pode ser acessada pelo computador e dispositivos móveis (celular e tablet), possui atividades pedagógicas para auxiliar os estudantes na aprendizagem durante a suspensão das aulas.

As atividades escolares serão produzidas semanalmente, enquanto houver a suspensão das aulas, para os alunos da educação infantil, ensinos fundamental e médio, nas diversas modalidades e áreas de conhecimento. Também serão disponibilizados vídeos, jogos, leituras, videoaulas, uma série de atividades diversificadas para que o aluno possa utilizar seu tempo de isolamento social, aprendendo.

O aluno deve acessar o endereço eletrônico www.aprendizagemconectada.mt.gov.br ou o site da Seduc.

Conforme destaca a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, a participação dos pais nesse processo é de fundamental importância para motivar e incentivar os filhos. 

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Governo de Mato Grosso vai ofertar ensino à distância para alunos

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) está preparando material com atividades pedagógicas complementares para trabalhar com os alunos das escolas estaduais durante o período de suspensão das aulas. Essas atividades serão ofertadas por meio de ensino à distância (EAD), com aulas virtuais a partir do dia 13 de abril.

As aulas serão ministradas via Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), disponibilizado no site da Seduc. Outra forma será viabilizar aos alunos, que não têm acesso à internet e nem à TV, os materiais impressos por meio das 98 assessorias pedagógicas e dos 15 centros de formação e atualização dos profissionais da educação (Cefapros).

Padrão