GERAL, SANTA CATARINA

Busca ativa da rede estadual de ensino reintegra 3,2 mil alunos às escolas na pandemia em Santa Catarina

As ações de Busca Ativa reintegraram às escolas 3,2 mil alunos da rede estadual que estavam sem fazer as atividades não presenciais. Os dados estão em um relatório do Núcleo de Educação e Prevenção às Violências na Escola (Nepre), concluído na última semana. As informações foram coletadas a partir de um questionário de diagnóstico virtual e atualizadas até outubro.

A Busca Ativa é um conjunto de ações determinadas pela Secretaria de Estado da Educação que visa manter os estudantes matriculados frequentando a escola. Assim como em períodos de aula presencial, durante a pandemia em prevenção à Covid-19, o Nepre deu continuidade às atividades e mantém o monitoramento em todas as escolas, para que os alunos da rede continuem realizando as atividades remotas.

A maior parte dos estudantes que começaram a realizar as atividades não presenciais depois de serem identificados a partir de Busca Ativa foram alunos dos Anos Finais do Ensino Fundamental, com 1.511 estudantes. Outros 1.348 alunos que passaram a fazer as atividades escolares estão no Ensino Médio, enquanto 329 alunos identificados estão nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e 26 alunos na Educação de Jovens e Adultos.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Secretaria estabelece suspensão de aulas presenciais até 12 de outubro em Santa Catarina

A Secretaria de Estado da Educação decidiu manter a suspensão de aulas presenciais pelo menos até 12 de outubro em Santa Catarina, de acordo com as medidas de combate ao coronavírus do Governo do Estado. A definição vale para as redes pública e privada, municipal, estadual e federal, relacionadas à educação infantil, nível fundamental, médio, educação de jovens e adultos (EJA) e ensino técnico.

A nova data apresentada é uma resposta ao quadro demonstrado nesta terça-feira, 18, pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, ao secretário da Educação, Natalino Uggioni e à equipe técnica da SED, em reunião on-line. Segundo o titular da Saúde, a situação em todas as 16 regiões do Estado ainda é considerada gravíssima (12) ou grave (4) e requer a continuidade de planejamento e alerta antes da retomada de aulas presenciais. Priorizando dessa forma a segurança de estudantes, de professores e dos profissionais da educação.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Ações desenvolvidas em Santa Catarina durante a pandemia são apresentadas em reunião do Consed

As ações da educação desenvolvidas em Santa Catarina nos últimos meses e o planejamento sobre o futuro retorno às aulas presenciais foram apresentados em reunião do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) nesta terça-feira, 4. O encontro teve a participação de secretários estaduais e objetivo de criar uma rede colaborativa nacional, com o compartilhamento de ideias das redes estaduais para enfrentar os desafios durante a pandemia.

O secretário de Estado da Educação de Santa Catarina, Natalino Uggioni, detalhou o processo de criação do sistema de atividades não presenciais, com ensino pela plataforma do Google Classroom e entrega de materiais impressos. Outras ações destacadas pelo secretário foram a formação de professores para lecionar com apoio da tecnologia, a entrega da alimentação escolar, o processo de Busca Ativa e a campanha para manter alunos, pais e professores engajados nas atividades não presenciais.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Entidades ligadas à Educação concluem diretrizes de retorno às aulas presenciais em Santa Catarina

O primeiro conjunto de diretrizes para o retorno de alunos e professores à sala de aula em Santa Catarina foi apresentado à sociedade na tarde desta terça-feira, 28, em reunião virtual com representantes das 15 entidades que contribuíram com o Comitê de Retomada das Aulas Presenciais. O objetivo do documento de 46 páginas é estabelecer os procedimentos que devem ser adotados por todas as unidades de ensino do Estado de modo a prevenir e reduzir a disseminação de Covid-19 no ambiente escolar quando a retomada for possível.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destacou que o documento é resultado do trabalho conjunto das entidades no âmbito do comitê de retomada das aulas presenciais, que reuniu-se em cinco grupos de trabalho durante os meses de junho e julho. Além disso, Uggioni ressaltou que as diretrizes mostram como deve ser o retorno, mas que a data para que as escolas recebam novamente os alunos apenas será confirmada quando a Secretaria de Estado da Saúde identificar que há segurança para essa medida.

“Os trabalhos do comitê culminaram com a elaboração das diretrizes de saúde e vigilância sanitária, currículo e questões pedagógicas, gestão de pessoas, alimentação e transporte escolar, para quando retomarmos as aulas presenciais. Seguimos agora para a implementação, aquisições de EPIs necessários, ampla divulgação, capacitação, orientações e suporte técnico para toda a rede, fazendo com que as informações cheguem até onde a educação acontece, que é nas escolas”, destacou o secretário.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Educação de Santa Catarina desenvolve painel de acesso público sobre bolsas do Programa Uniedu

A Secretaria de Estado da Educação (SED) disponibilizou um painel para acesso público com diversos dados sobre Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). A ferramenta permite verificar os números de estudantes cadastrados, bolsistas e investimentos em cursos de graduação e pós-graduação, além de informações por municípios e instituições de ensino superior. Os dados do ano atual são atualizados diariamente por conta das interações entre estudantes e instituições de ensino.

A tela inicial do painel apresenta os dados atuais de 2020 do Uniedu e o detalhamento por semestre ou categoria. No caso da graduação, é possível visualizar que o programa teve 73,6 mil alunos cadastrados ao longo do ano, beneficiando 23,8 mil alunos com investimento de R$ 196 milhões. Já na pós-graduação, que ainda não teve chamada pública para ingresso, há investimento de R$ 6,5 milhões para a continuidade da bolsa de estudos de 1.344 alunos.

“Esse painel está alinhado a uma das nossas premissas de gestão, que é a transparência e a responsabilidade quanto ao bom uso do recurso público. Ao disponibilizá-lo para consulta da sociedade como um todo, nós damos um passo importante no sentido de fazermos uma gestão cada vez melhor e com total transparência, como é a nossa responsabilidade”, afirma o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Taxa de analfabetismo em Santa Catarina cai para 2,3%, a segunda menor do país

A taxa de analfabetismo em Santa Catarina caiu para 2,3% em 2019, ante 2,5% em 2018, conforme dados do módulo Educação de 2019 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística na manhã desta quarta-feira, 15. O índice é o segundo menor do país, atrás apenas do Rio de Janeiro (2,1%), e quase três vezes menor que a taxa nacional (6,6%). O cálculo considera as pessoas a partir de 15 anos de idade.

Houve redução da taxa de analfabetismo em todos os grupos de idade na comparação com a pesquisa de 2018. No índice das pessoas com mais de 60 anos, por exemplo, houve redução de 8,2% para 7,3% na taxa de analfabetismo. Conforme o IBGE, 62,5% das pessoas analfabetas em Santa Catarina (85 mil pessoas das 136 mil) estão nesta faixa etária. Ainda assim, a taxa de analfabetismo dos idosos catarinenses é menos da metade do que os idosos brasileiros no país (18%).

A queda na taxa de analfabetismo é uma consequência do aumento da escolarização, conforme indicado pela próxima pesquisa. O percentual de alunos entre 6 e 14 anos frequentando a escola é de 99,7%. Para alunos de 15 a 17 anos, idade correspondente ao Ensino Médio, a taxa de escolarização é de 93,7%, a quarta maior do país. Além disso, o IBGE aponta que o índice cresce a cada ano, tanto que era de 86,1% em 2016.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Atendimento aos estudantes com atividades não presenciais alcança 97% da rede estadual de Santa Catarina

Um levantamento concluído pela Secretaria de Estado da Educação (SED) nesta semana mostra que o atendimento das atividades não presenciais alcança 97% dos estudantes da rede estadual em Santa Catarina. O relatório da Diretoria de Ensino da SED indica que 522.325 dos 537.584 alunos matriculados na rede estão acessando as atividades remotas de forma virtual ou com os materiais impressos.

A diminuição significativa de alunos que não respondem às atividades não presenciais, público que era de 34 mil no início de junho, é positiva na visão do secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni. Contudo, ele ressalta que a SED mantém ações para integrar os demais estudantes ao ensino não presencial e que o objetivo é que nenhum aluno fique para trás.

“A participação dos estudantes é fundamental para que a gente consiga êxito nesse desafio de atingirmos a totalidade da rede. Essa redução significativa de estudantes que não estavam participando das atividades, e que passaram a acompanhar as ações não presenciais, mostra também que a campanha que realizamos está dando bons resultados e que nós precisamos continuar trabalhando com essa iniciativa da busca ativa”, destaca o secretário.

Os dados consideram as informações cadastradas pelos docentes na plataforma Professor ​On-line da SED. Há quatro opções possíveis de preenchimento: atendido via recurso tecnológico e material impresso, atendido via recurso tecnológico, atendido via material impresso e não está sendo atendido. Para tornar o acompanhamento mais próximo, também é possível registrar as diferentes formas de atendimento, conforme a periodicidade das atividades.

O relatório considera que a condição familiar de acesso à internet é uma variável que pode ser alterada diversas vezes durante um curto período. Assim, um estudante pode acessar o material virtual em um período e no outro receber as atividades impressas, ou ainda fazer as atividades de forma virtual em uma disciplina e impressa em outra. Não é possível, portanto, fazer uma soma dos números isolados de atendimento de forma virtual e impressa.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Educação abre calendários para retirada do kit de alimentação escolar em Santa Catarina

A Secretaria de Estado da Educação (SED) inicia a divulgação dos calendários da segunda etapa de entrega da alimentação escolar para os alunos da rede estadual de ensino de Santa Catarina. Os cronogramas são definidos pelas escolas com a respectiva Coordenadoria Regional de Educação e têm datas diferentes devido à logística de distribuição dos alimentos.

Os calendários dos 548 pontos de entrega, chamadas de escolas-polo, passam a ser divulgados no site da SED, a partir deste link. Conforme as escolas definem o calendário de entrega, a SED atualiza a página com as informações por região, para a consulta da comunidade.

A segunda etapa de entregas foi iniciada em algumas escolas no dia 5 de junho e seguirá pelas próximas semanas. Os pais e alunos que, eventualmente, não conseguirem comparecer à escola na data estabelecida, podem retirar o kit posteriormente, em data em que a unidade de ensino esteja aberta.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Portaria autoriza o retorno do ensino presencial de cursos livres em Santa Catarina

A portaria 352, de 25 de maio de 2020, publicada pela Secretaria de Estado da Saúde, autoriza a retomada das atividades escolares de ensino presencial, realizadas por estabelecimentos públicos e privados, para a modalidade cursos livres. O documento determina que os estabelecimentos sigam medidas de higiene e segurança para a realização de atividades.

Os cursos livres são aqueles considerados como educação não formal de duração variável. Enquadram-se na categoria de formação inicial e continuada ou qualificação profissional, proporcionando ao aluno conhecimentos que lhe permitam inserir-se no mercado de trabalho ou ainda aperfeiçoar seus conhecimentos em área específica.

A modalidade inclui áreas como beleza, gastronomia, ensino de idiomas e operação de equipamentos ou tecnologia, dependendo de estrutura e manuseios de equipamentos. Entretanto, não se aplica aos cursos preparatórios para vestibular, conforme retificação publicada pela Secretaria de Estado da Saúde na portaria 357, de 26 de abril.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Campanha mobiliza alunos de Santa Catarina para o convívio social responsável

O Núcleo de Educação e Prevenção às Violências na Escola (Nepre) lança nesta semana uma campanha para mobilizar os alunos da rede estadual para o convívio social responsável durante a pandemia de Covid-19. O objetivo é valorizar o papel da educação e ampliar as informações sobre os cuidados com o coronavírus, estimulando os estudantes a criar ações de prevenção e conscientização.

A campanha incentiva os alunos a desenvolver histórias, ilustrações, desenhos e quadrinhos para conscientizar a comunidade escolar sobre a prática dessas medidas preventivas no retorno ao convívio social. Outra atividade sugere que os alunos gravem vídeos curtos com um passo a passo de bons hábitos contra a Covid-19, incluindo tutoriais de etiqueta respiratória, uso de máscaras e higienização das mãos, por exemplo.

Os alunos poderão publicar as atividades nas mídias sociais usando a hashtag #novoshabitossc para conscientizar outras pessoas sobre os cuidados necessários neste momento. O compartilhamento pode ser feito tanto nas contas pessoais dos estudantes quanto nas páginas das escolas, no caso das unidades que usam as mídias sociais.

Padrão