GERAL, SERGIPE

Escolas profissionalizantes da rede estadual de Sergipe retomam as aulas presenciais

As 15 unidades escolares da rede estadual espalhadas por todo o estado que ofertam a modalidade de ensino profissionalizante estão retomando as aulas presenciais nesta segunda-feira, 30. Após mais de um ano apenas com aulas online, por conta da pandemia do novo coronavírus, os alunos agora têm a oportunidade de encontrar-se presencialmente com os colegas e professores. O retorno é no modelo híbrido, alternando entre o presencial e o online, obedecendo a todos os protocolos de distanciamento físico e biossegurança.

São cursos em diversas áreas que preparam os alunos para o ingresso no mercado de trabalho, dando-lhes a oportunidade de desenvolverem-se profissionalmente. Nutrição, automação industrial, agente comunitário em saúde, música, informática para internet, hospedagem, restaurante e bar, redes de computadores e condomínio são apenas alguns entre os diversos cursos ofertados pelo Estado.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Alunos da rede estadual voltam às aulas presenciais em Sergipe

Após meses em casa estudando por aulas remotas, os alunos da rede estadual de ensino tiveram nesta terça-feira, 17, a concretização de um dia tão esperado por eles. As escolas da rede voltaram a ofertar as aulas presenciais, após autorização do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais do Governo de Sergipe. Em Aracaju, no Centro de Excelência Governador Djenal Tavares de Queiroz, os estudantes tiveram um acolhimento da equipe diretiva. Logo na chegada, os Jovens Protagonistas conversaram com os alunos e falaram sobre os protocolos de segurança que todos devem seguir para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, esteve na unidade de ensino para acompanhar de perto o retorno das aulas presenciais e conversar com alunos, professores e equipe gestora. Ele explicou que o período de pandemia ensinou a todos a importância da escola e do convívio social, e fez elogios ao colégio, que se mostrou preparado para receber os alunos.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Volta às aulas presenciais em Sergipe terá ensino híbrido como complemento à aprendizagem

As aulas presenciais da Rede Pública Estadual de Ensino já têm data marcada, e a partir do dia 17 de agosto muitas mudanças e aprendizados ocorrerão naturalmente. O Ensino Híbrido entra em cena no sistema de ensino como uma metodologia que ampara tanto as aulas presenciais quanto as não presenciais (remotas), possibilitando a aprendizagem em qualquer ambiente. 

Na sala de aula, o ensino presencial retomará a tradicional dobradinha professor e aluno no desenvolvimento das habilidades essenciais curriculares. A utilização dos recursos digitais permitirá a aprendizagem de modo a buscar autonomia e a estimular o protagonismo no próprio processo de aprendizagem, individualmente ou de forma coletiva, durante as aulas remotas. 

O diretor interino do Departamento de Educação da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), João Manoel de Faro Neto, explica que “o Ensino Híbrido é um modelo educacional que permite combinar atividades didáticas diferentes, para grupos de estudantes distintos, usando espaços e tempos diversificados. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas estaduais intensificam Busca Ativa de alunos visando ao retorno presencial em Sergipe

Ligações telefônicas constantes, mensagens no WhatsApp, além de visitas, são algumas das estratégias utilizadas pelas equipes diretivas da rede pública estadual para dialogar com as famílias sobre a importância da manutenção das atividades escolares das crianças e adolescentes que estão fora da escola. Com o retorno presencial previsto para acontecer no dia 17 de agosto, as escolas estaduais intensificaram as ações de busca ativa com suas comunidades.

É o que vem acontecendo no Colégio Estadual General Calazans, em Nossa Senhora das Dores. Segundo o gestor da unidade, professor Raul dos Santos Santana, a busca ativa tem mobilizado toda a escola. O objetivo é reconduzir os estudantes que não estão respondendo às atividades. “Estamos sempre monitorando nos grupos de WhatsApp os alunos que não estão acompanhando as aulas. Assim que são identificados, fazemos uma triagem e procuramos os motivos que levaram esse estudante a se afastar das atividades escolares. Os professores têm um papel muito importante nesse processo”, explicou ele, informando que o mesmo procedimento continua para o retorno presencial”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas estaduais de Sergipe constituem comitê especial para acompanhar retorno das aulas presenciais

As escolas da rede estadual de ensino, seguindo as diretrizes do Guia Orientador das Atividades Escolares Presenciais, instituíram comitês especiais para o retorno das aulas presenciais. Os comitês são responsáveis por elaborar, implementar e acompanhar as medidas de prevenção de contaminação pelo novo coronavírus. Eles são constituídos por representantes da comunidade escolar e local, sendo: um representante da direção, dos servidores, de professores, de pais e de estudantes.

Na retomada às aulas presenciais, que acontecerá a partir do dia 17 de agosto para todas as turmas da rede estadual de ensino, cada escola deverá adequar o seu planejamento de acordo com a sua realidade, sempre tendo como base o Guia Orientador. Cabe ao comitê escolar deliberar sobre as decisões a serem tomadas, observando as condições necessárias para evitar contaminação pelo coronavírus. O colegiado deverá observar alguns pontos específicos, como a aquisição dos materiais e insumos necessários ao cumprimento das medidas sanitárias recomendadas; cumprimento das medidas de higienização e desinfecção dos ambientes escolares e transporte escolar; parceria com a SES, SEIAS e órgãos municipais (Secretaria de Saúde e Assistência Social: CAPS, CRAS, CREAS), Conselho Tutelar e outros que promovam acolhimento socioemocional aos estudantes e servidores.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe atualiza plano de retomada para o retorno às aulas presenciais

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) atualizou as diretrizes sanitárias e pedagógicas para o retorno das aulas presenciais para todas as séries na rede pública estadual, a partir de 17 de agosto. O plano de retomada foi feito pelo Comitê de Planejamento da Seduc, que compreende técnicos e gestores da Educação Estadual e representantes do Magistério, em consonância com as diretrizes governamentais nas áreas de vigilância sanitária, biossegurança, de saúde e pedagógica. Todo o material está disponível no Portal da Seduc. 

Para aumentar ainda mais a transparência das informações e a segurança da comunidade escolar nesse retorno, o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, destaca que o documento com as diretrizes será amplamente divulgado. “A Seduc vai compartilhar todas as informações da reabertura dos espaços físicos e as orientações de segurança no portal e demais canais de comunicação para as famílias e a sociedade. Os educadores também receberão orientações por e-mail e canais oficiais da Seduc. Comprometemo-nos a manter um diálogo aberto e transparente, comunicando o passo a passo da reabertura e a situação das escolas durante o retorno”, disse Josué Modesto.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas da Rede Estadual de Sergipe estão prontas para a volta às aulas presenciais no dia 17 de agosto

A Escola Estadual Professor Manoel Franco Freire, localizada no Bairro Jabotiana, em Aracaju, já está pronta para acolher os 153 estudantes que retornam às aulas presenciais no próximo dia 17, autorizadas pelo Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE).

Antes mesmo de chegarem à escola, as famílias dos estudantes serão informadas sobre a escala de aulas em que um grupo de estudantes devidamente identificados por crachá com a cor de referência frequentará a escola a cada semana. No transporte escolar, o motorista irá observar a cor pertencente àquela semana, que será sempre azul ou vermelha.

Existe ainda o crachá de cor verde, referente à turma na qual há um número menor de alunos, o que significa poder frequentar todas as semanas sem a necessidade de rodízio. “O nosso objetivo é que não haja contágio de covid-19 na escola. Então, no início será um pouco difícil para as crianças até que elas passem a se habituar e a entender como é a escola agora”, explicou a diretora Adriana Azevedo de Souza.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe lidera entre os estados mais seguros para o retorno das aulas presenciais

As medidas adotadas pelo Governo de Sergipe para garantir segurança a alunos, professores e funcionários no retorno das aulas presenciais são consideradas as melhores do país, de acordo com um grupo de pesquisadores da Rede de Pesquisa Solidária, que monitora as políticas de enfrentamento da pandemia. Sergipe e Ceará estão empatados com 77 pontos, num índice de 0 a 100. Quanto maior a nota, mais próximas as políticas públicas estão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades sanitárias dos EUA e da Europa. A pesquisa foi publicada pela Folha de São Paulo nesse domingo, 11 de julho. 

O Estado de Sergipe foi apontado como o que tem rigoroso protocolo de segurança e injeta nos cofres das escolas recursos financeiros, além de eficientes manuais, planos, portarias e comunicação oficial. Foram analisadas políticas divulgadas pelos governos até o dia 21 de junho de 2021.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Comitê Técnico-Científico define retorno das aulas presenciais em Sergipe

O governo do Estado decretou, após reunião semipresencial do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae) com o governador Belivaldo Chagas nesta quinta-feira, 1º, o retorno presencial para todas as séries a partir de 17 de agosto de 2021, na rede pública estadual de ensino. Já na rede privada, fica autorizado o retorno para todas as séries a partir de 21 de julho; o mesmo vale para o retorno das aulas presenciais em todos os períodos letivos do Ensino Superior. Também ficam autorizadas, a partir do dia 21, o retorno dos cursos livres, incluindo preparatórios para concursos e pré-vestibulares, idiomas e outros. Permanece vigente o toque de recolher das quintas-feiras aos sábados, das 22h às 5h do dia seguinte.

Para as turmas de 1° e 2° anos do Ensino Fundamental da rede pública estadual, o Comitê Técnico-Científico autorizou o início das atividades em 10 de maio. “Graças a Deus, as medidas restritivas que adotamos, como o toque de recolher, o aumento do número de leitos, o avanço da vacinação, e ao trabalho dos nossos profissionais de Saúde, temos hoje em Sergipe números comparáveis ao do início da pandemia em março de 2020, mas numa queda evidente e sustentável”, afirma Belivaldo.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Professores da rede estadual começam a ser vacinados contra a covid-19 nos municípios sergipanos

Começou nesta terça-feira, 25, em Nossa Senhora do Socorro, a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em profissionais da Educação da rede pública estadual. Promovida pela Prefeitura, a mobilização ocorreu no Instituto Federal de Sergipe (IFS), Campus Socorro, e foi direcionada aos professores, equipes diretivas, executores de serviços básicos, vigilantes, merendeiros, além de técnicos pedagógicos, motoristas e demais profissionais lotados nas escolas circunscritas à Diretoria Regional de Educação (DRE 8). Outros municípios também têm se mobilizado no sentido de garantir a imunização dos segmentos que compõem a educação.

Segundo o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, o início do processo representa o reconhecimento da prioridade da educação e dos seus trabalhadores para o retorno das atividades presenciais. Portanto, este momento abre a perspectiva de normalização de atividades, a qual a gente espera que ocorra no mais breve espaço de tempo possível, assim que as condições sanitárias permitirem”, declarou.

LEIA MAIS

Padrão