GERAL, SERGIPE

Alunos de Sergipe usam criatividade e reproduzem obras de arte

Semanas antes de gravar o quinto disco de carreira, o cantor e compositor carioca Jorge Vercillo visitou o Museu do Louvre, em Paris, pela primeira vez, e se encantou com uma das obras de arte mais famosas do mundo. Um olhar intrigante e um quase riso de Monalisa, do artista italiano Leonardo Da Vinci, o fascinou no ato. Conduzido pelas emoções que a obra despertou no cantor, ali mesmo surgiram os primeiros versos em que Vercillo escreveu a última música incluída no álbum e intitulada Monalisa.

Foi com essa canção que a professora de Língua Portuguesa, Maria Adizula, iniciou uma aula não presencial sobre obras de arte e seus respectivos autores. Os alunos do 9º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), do Colégio Estadual Dom Mário Rino Sivieri, localizado no município de Lagarto, puderam conhecer com mais afinco o trabalho artístico de Leonardo Da Vinci, Pierre Auguste Renoir, Edvard Munch, Claude Monet, Frida Kahlo e René Magritte.

Diferentemente de Jorge Vercillo, no momento, professores e alunos não podem visitar museus, mas podem visitar e conhecer as obras e autores em pesquisas na internet ou em livros. Desse modo, a professora Adizula preparou uma aula de reprodução artística, ou seja, os alunos precisariam explorar a criatividade para chegar a uma réplica da obra de arte escolhida, utilizando acessórios e utensílios encontrados em casa mesmo.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Canal do Youtube Educação Sergipe se consolida como uma ferramenta de estudos

Em 17 de abril de 2020, o professor e secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), Josué Modesto dos Passos Subrinho, se dirigia à comunidade escolar sergipana com uma mensagem gravada em vídeo e publicada no canal do Youtube Educação Sergipe. Ele informava não haver previsão de retorno às aulas após a suspensão de atividades escolares presenciais via decreto emitido pelo Governo do Estado, em virtude da pandemia de Covid-19 em todo o mundo.

No vídeo, o professor Josué informou também sobre a instituição de um comitê de crise no âmbito da Secretaria, no qual parcerias e alternativas seriam providenciadas, a fim de oferecer suporte pedagógico e tecnológico e de que fosse oportunizado o acesso aos estudos do maior número possível de estudantes e professores. A partir de então, as Atividades Pedagógicas Complementares não obrigatórias e sem contagem de carga horária foram sugeridas às equipes gestoras, professores, técnicos e demais colaboradores das unidades de ensino, com o intuito de amparar as famílias que viam os filhos longe do espaço escolar e educativo.

Neste contexto, o que antes ancorava somente os vídeos de campanhas alusivas a datas especiais, como o dia do/a professor/a, tornou-se a maior plataforma de acesso a conteúdos e aulas não presenciais da Rede Pública Estadual de Ensino. O canal Educação Sergipe é o meio pelo qual professores, técnicos, colaboradores e parceiros da Seduc desempenham parte das funções do curso preparatório do Governo de Sergipe, o Pré-Universitário; Aulaflix; Webinários etc.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas Públicas de Sergipe apresentam ações exitosas no I Encontro de Práticas Pedagógicas

O I Encontro de Práticas Pedagógicas Sergipanas (Amostre-Se), evento realizado pela Fundação Telefônica Vivo e seu parceiro executor Instituto Paramitas, em colaboração com a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura de Sergipe (Seduc) e as demais secretarias municipais de Educação, atendidas pelo projeto Aula Digital, foi realizado na tarde de quarta-feira, 22, de maneira remota, por meio do canal do Youtube do Instituto Paramitas. Ao todo, 21 unidades de ensino, cinco das quais estaduais e 16 da rede municipal, participam da exposição de práticas exitosas. Todos os projetos estão disponíveis em uma exposição virtual, e podem ser conferidos por meio do link: https://sites.google.com/institutoparamitas.org.br/amostre-se/exposi%C3%A7%C3%A3o-virtual?authuser=0.

O evento foi aberto pelo secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, que agradeceu às instituições parceiras, aos professores e aos alunos. Ele lembrou que o Projeto Aula Digital já atua em Sergipe há três anos, desde 2017, propiciando os meios para que a tecnologia seja acessível a centenas de escolas das redes estadual e municipais. O secretário relatou um exemplo do êxito do projeto.

“Em uma visita não agendada a uma escola, percebi que os estudantes estavam totalmente absortos com seus tablets em um programa de alfabetização, e simplesmente não deram atenção aos visitantes, pois estavam mais interessados no aspecto lúdico propiciado pelo Programa Aula Digital. Para mim isso foi a prova crucial do sucesso e da potencialidade desse projeto. E veremos muito mais hoje, com a exibição dos professores, com as experiências bem sucedidas nesse ´Mostre-se´. Espero que continuemos e que o projeto traga definitivamente a cultura digital para as nossas escolas, começando pela alfabetização”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe promove reuniões para tirar dúvidas e dialogar sobre o Prêmio Gestão Escolar

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, através Departamento de Recursos Humanos/ Coordenação Estadual do Prêmio Gestão Escolar (DRH/Seduc), iniciou na segunda-feira, 20, uma série de reuniões virtuais com os gestores e coordenadores das unidades de ensino. Os encontros online acontecem pela plataforma Google Meet e são divididos por Diretoria Regional de Educação. A próxima reunião acontecerá na quinta-feira, 23, com as DREs 2 e 3. Já no dia 27 de julho, será com as DREs 4 e 6.

De acordo com a coordenadora estadual do Prêmio Gestão, Fátima Paiva, as reuniões técnicas visam passar informações importantes sobre as inscrições, certificação, objetivos, critérios de avaliação, etapas e premiação, além de apresentar um passo a passo para a realização das inscrições. Ela explica que os encontros online são importantes porque proporcionam momentos de compartilhamento de informações relevantes sobre a Edição Especial do Prêmio Gestão Escolar 2020.

“Considerando a atual situação de pandemia, queremos mostrar a importância que é para a escola fazer a inscrição, publicizar as práticas exitosas que estão sendo adotadas nesse momento, mostrar que o processo de inscrição é simples, sendo apenas um relato no qual o gestor escolar e seus professores podem fazer descrevendo as ações que realizaram durante a pandemia. Além disso, a gente apresenta um passo a passo que fizemos para facilitar o processo da inscrição, que se encerra no dia 17 de agosto”, afirmou.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação lança Consulta Pública da proposta Preliminar do Currículo de Sergipe para o Ensino Médio

Após meses de intensas reuniões e muito trabalho, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Serviço de Ensino Médio, do Departamento de Educação (Semed/DED), apresentou na segunda-feira, 20, o lançamento da Consulta Pública da Proposta Preliminar do Currículo de Sergipe para o Ensino Médio. O evento aconteceu remotamente, pelo canal do Youtube Educação Sergipe, e teve como público-alvo professores, gestores escolares, diretores de Diretorias Regionais de Educação, profissionais da Educação e pessoas da sociedade civil interessadas em conhecer e contribuir com a construção do Currículo de Sergipe. A Consulta Pública está aberta e pode ser acessada no Portal Estude em Casa, da Seduc, por qualquer pessoa até o dia 23 de agosto.

O lançamento contou com a participação da coordenadora Estadual do Currículo de Sergipe e diretora do Departamento de Educação, professora Ana Lúcia Lima; da presidente do Conselho Estadual de Educação, professora Luana Silva Boamorte de Matos; da coordenadora de Etapa do ProBNCC Ensino Médio e chefe do Serviço de Ensino Médio da Seduc, professora Isabella Santos, além de redatores que trabalharam na elaboração do documento.

Segundo a coordenadora Ana Lúcia Lima, uma das metas neste ano de 2020 é a conclusão do Currículo do Ensino Médio, e por isso se faz necessária a realização de consultas públicas. A primeira foi realizada em dezembro do ano passado, momento em que a coordenação estadual do Currículo de Sergipe recebeu contribuições para a Formação Geral Básica.

Ana Lúcia abriu a apresentação destacando a importância desse momento. “Estamos abrindo a Consulta Pública para os professores, independentemente da escola ou do município, para que possam colocar a impressão, a regionalização da sua escola e a sua identidade aqui no Currículo de Sergipe. Foi um trabalho árduo, mas apesar do momento de pandemia que estamos vivendo, continuamos caminhando em todos os aspectos, e a equipe do Currículo atendeu ao compromisso para o qual foi constituído. Estão de parabéns todos os redatores, articuladores e técnicos”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe e Undime debatem medidas de construção do protocolo para a retomada das aulas presenciais

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) promoveu, na tarde de sexta-feira, 17, uma reunião online com representantes da Undime, para debater propostas de protocolos para a retomada das aulas não presenciais. O encontro contou com a presença do secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, do superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, do presidente da Undime nacional, Luiz Miguel Martins Garcia, do presidente da Undime Sergipe, Thiago Carvalho, além de secretário municipais de Educação, diretores de departamento da Seduc, gestores escolares e outros convidados.

A reunião foi aberta pelo secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, explicando a necessidade desse diálogo constante para trocar experiências sobre a atual situação do ensino remoto. “O propósito do encontro é que, tanto a Seduc quanto a Undime, apresentem as suas propostas e perspectivas em relação ao futuro retorno das aulas presenciais. Vamos mostrar os nossos esboços de como estamos encaminhando essa proposta”, explicou.

A primeira apresentação foi feita pelo presidente da Undime nacional, Luiz Miguel Martins Garcia, que discorreu sobre o documento intitulado “Subsídios para a elaboração de protocolos de retornos às aulas na perspectiva das redes municipais de Educação”. Ele mostrou uma proposta de organização de trabalho para os municípios, em que se constituiriam comissões estadual, municipal e escolares de gerenciamento da Pandemia da Covid-19, explicando o que cada um desses comitês poderão fazer para o retorno às aulas presenciais.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escola de Sergipe produz série de vídeos para alunos com deficiências de alto comprometimento

O Centro de Atendimento Educacional Especializado João Cardoso Nascimento Júnior, unidade de ensino da rede estadual localizada em Aracaju, está fazendo um importante trabalho para os alunos que têm algum comprometimento cognitivo. A equipe diretiva, juntamente com as professoras Irailde Gomes, Thiala Carvalho e Ana Laura Campos, está produzindo e publicando vídeos no Youtube, com aulas criativas voltadas para esse público.

Todas as segundas-feiras, às 7h, o canal do Youtube “CAEE João Cardoso Nascimento Jr.” publica uma videoaula. A diretora da unidade de ensino, Flávias Dias, explica que as aulas criativas podem ser compartilhadas entre todos os alunos da rede e com quem mais quiser assistir. Os vídeos podem ser conferidos por meio do link:https://www.youtube.com/channel/UCoFxgfrOn4VvG0cF25B88WQ.

Os conteúdos são variados, desde aulas ensinando habilidades manuais para estimular e melhorar a coordenação motora, até contação de histórias cantadas e músicas com instrumentos improvisados. A dirtora afirma que toda a equipe da escola percebeu uma aceitação bastante positiva das famílias dos estudantes, que estão participando ativamente das atividades escolares.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Centro de Excelência em Sergipe produz podcast como novo canal de aulas não presenciais

O Centro de Excelência Professor João Costa, localizado no bairro Getúlio Vargas, em Aracaju, está em fase experimental da produção do Rádio-pod, um podcast veiculado na Rádio Web Costão, emissora de comunicação interna da unidade de ensino. O novo canal é mais um caminho para professores e estudantes compartilharem conhecimento.

As aulas estão sendo gravadas em podcast, material entregue em forma de áudio, muito semelhante ao rádio tradicional, porém disponível para escutar a qualquer hora e dia. O professor e idealizador do projeto, Heriberto de Souza, explica que o conteúdo da “Rádio-pod” será encaminhado por meio de uma assinatura diretamente ao ouvinte. “Não há um tempo para ser ‘consumido’ pelo ouvinte. O conteúdo consumido pelos ‘pods’ sempre estará à disposição de seus ouvintes”, enfatiza.

A popularidade do podcast se acentuou nos últimos anos, e com as mudanças na Educação no período pandêmico, estimulou mais pessoas e profissionais a utilizarem outros meios de compartilhamento de conteúdo e conhecimento. Nas aulas não presenciais do João Costa, o professor Heriberto compreendeu a importância de criar um novo método para dar continuidade às aulas de Língua Portuguesa. Ele salienta que a facilidade de produção e divulgação são itens importantes.

Cada professor terá a Rádio-pod à disposição para produzir o conteúdo corresponde a cada componente curricular. Para Heriberto, o grande desafio agora é a familiarização dos professores com o microfone e o novo formato de conversar com os estudantes por um meio não visual.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe convoca e promove formação de 200 professores substitutos

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Recursos Humanos- Centro de Qualificação de Pessoal (DRH/CQP), continua com a série de oficinas direcionadas aos professores substitutos convocados nos editais de 2018 e 2019. O objetivo é capacitar os professores para que eles possam desenvolver ferramentas em ambiente virtual, além de apresentar a portaria que regimenta as aulas não presenciais e o planejamento de aulas. As oficinas estão sendo realizadas por meio da plataforma Google Meet.

Nesta quarta-feira, 15, mais de 101 professores foram acolhidos no ambiente virtual pelo diretor de Recursos Humanos da Seduc, professor Jorge Costa. Ele explanou sobre a convocação dos professores para ministrarem aulas nas escolas da rede estadual de ensino, por meio do projeto “Carência Zero”; como será a lotação dos professores e apresentou o calendário de capacitação para as aulas remotas. “Esse acolhimento é de suma importância. Neste momento de distanciamento social, queremos acolher e dar o suporte para que os professores possam desenvolver suas atividades a contento”, explicou Jorge Costa, ao prosseguir com o cronograma de apresentação da Plataforma Moddle. Logo depois, o gerente de Treinamento e Assistência aos Sistemas da Coordenadoria de Informática /Seduc, Saymon Menezes, mostrou como utilizar o Diário Eletrônico de Classe.

A Oficina prossegue nesta quinta-feira, 16, com a programação voltada para a apresentação da Portaria 2235/2020 e a socialização do projeto Estude em Casa, além da orientação de como os professores devem realizar o projeto de aulas semanais. A oficina será ministrada pela diretora do Departamento de Educação, Ana Lúcia Muricy, e em seguida pelo assessor do DED, João Manoel de Faro.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Colégio em Sergipe insere gamificação educativa na rotina escolar

O Colégio Estadual Tobias Barreto, localizado no Centro de Aracaju, criou o jogo educativo Wordwall, que, na tradução para o português, significa Parede de Palavras, cujo objetivo é dirimir as dúvidas mais frequentes dos estudantes sobre as Atividades Escolares Não Presenciais. As dúvidas surgiram na caixa de perguntas do Instagram do colégio @colesgioest.tobiasbarreto, onde são divulgadas as ações escolares.

A equipe gestora da unidade de ensino iniciou um processo de escuta dos estudantes na rede social com o propósito de sanar todas as incertezas de como se dariam as aulas e todo o universo de atividades que são executadas no colégio. Baseado nas perguntas, o professor e diretor do colégio, Judson Malta, explica que o jogo foi criado para todas as turmas, onde estão matriculados mais de mil alunos.

O objetivo de esclarecer os questionamentos apontados pelos estudantes não foi o único motivo pelo qual o jogo educativo foi criado. Judson comenta que a gamificação de atividades escolares pode ser um caminho promissor mediante o cenário de distanciamento social a que estudantes e professores estão submetidos.

“A gente criou o jogo para mostrar, tanto aos nossos alunos quanto aos nossos professores, ferramentas de novas tecnologias simples, fáceis, que qualquer pessoa pode fazer que transforma a atividade em jogo para fazer com que gere mais engajamento dos alunos”, enfatizou Judson.

LEIA MAIS

Padrão