GERAL, SERGIPE

Sergipe lidera entre os estados mais seguros para o retorno das aulas presenciais

As medidas adotadas pelo Governo de Sergipe para garantir segurança a alunos, professores e funcionários no retorno das aulas presenciais são consideradas as melhores do país, de acordo com um grupo de pesquisadores da Rede de Pesquisa Solidária, que monitora as políticas de enfrentamento da pandemia. Sergipe e Ceará estão empatados com 77 pontos, num índice de 0 a 100. Quanto maior a nota, mais próximas as políticas públicas estão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades sanitárias dos EUA e da Europa. A pesquisa foi publicada pela Folha de São Paulo nesse domingo, 11 de julho. 

O Estado de Sergipe foi apontado como o que tem rigoroso protocolo de segurança e injeta nos cofres das escolas recursos financeiros, além de eficientes manuais, planos, portarias e comunicação oficial. Foram analisadas políticas divulgadas pelos governos até o dia 21 de junho de 2021.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Comitê Técnico-Científico define retorno das aulas presenciais em Sergipe

O governo do Estado decretou, após reunião semipresencial do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae) com o governador Belivaldo Chagas nesta quinta-feira, 1º, o retorno presencial para todas as séries a partir de 17 de agosto de 2021, na rede pública estadual de ensino. Já na rede privada, fica autorizado o retorno para todas as séries a partir de 21 de julho; o mesmo vale para o retorno das aulas presenciais em todos os períodos letivos do Ensino Superior. Também ficam autorizadas, a partir do dia 21, o retorno dos cursos livres, incluindo preparatórios para concursos e pré-vestibulares, idiomas e outros. Permanece vigente o toque de recolher das quintas-feiras aos sábados, das 22h às 5h do dia seguinte.

Para as turmas de 1° e 2° anos do Ensino Fundamental da rede pública estadual, o Comitê Técnico-Científico autorizou o início das atividades em 10 de maio. “Graças a Deus, as medidas restritivas que adotamos, como o toque de recolher, o aumento do número de leitos, o avanço da vacinação, e ao trabalho dos nossos profissionais de Saúde, temos hoje em Sergipe números comparáveis ao do início da pandemia em março de 2020, mas numa queda evidente e sustentável”, afirma Belivaldo.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Professores da rede estadual começam a ser vacinados contra a covid-19 nos municípios sergipanos

Começou nesta terça-feira, 25, em Nossa Senhora do Socorro, a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em profissionais da Educação da rede pública estadual. Promovida pela Prefeitura, a mobilização ocorreu no Instituto Federal de Sergipe (IFS), Campus Socorro, e foi direcionada aos professores, equipes diretivas, executores de serviços básicos, vigilantes, merendeiros, além de técnicos pedagógicos, motoristas e demais profissionais lotados nas escolas circunscritas à Diretoria Regional de Educação (DRE 8). Outros municípios também têm se mobilizado no sentido de garantir a imunização dos segmentos que compõem a educação.

Segundo o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, o início do processo representa o reconhecimento da prioridade da educação e dos seus trabalhadores para o retorno das atividades presenciais. Portanto, este momento abre a perspectiva de normalização de atividades, a qual a gente espera que ocorra no mais breve espaço de tempo possível, assim que as condições sanitárias permitirem”, declarou.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe inicia vacinação de trabalhadores da Educação nesta segunda-feira (24)

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciou nesta segunda-feira, 24, a imunização dos profissionais de educação da rede pública e privada de ensino. A vacinação ocorrerá de forma gradual, neste momento serão vacinados trabalhadores com faixa etária entre os 45 e 59 anos.

Nesta fase serão imunizados os profissionais que estão em atividade ou vão atuar em creches, pré-escolas e nas séries iniciais do ensino fundamental, ou seja, primeiro e segundo ano. Além dos professores, são considerados parte desse grupo, outros profissionais que estão dentro das unidades escolares, tais como merendeiras, vigilantes, oficiais administrativos, executores de serviços básicos, etc.

Para a decisão e articulação sobre essa nova etapa de vacinação, reuniram-se o diretor de Vigilância em Saúde, Marco Aurélio Góes, a enfermeira do Programa de Imunização, Ana Beatriz Lira, o superintendente Especial de Planejamento do Governo de Sergipe, Marcel Resende, a secretária Municipal de Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, a secretária Municipal de Educação de Aracaju, Cecília Leite, o presidente da Federação das Escolas Particulares do Estado de Sergipe, Renir Damasceno,  e a representante da Secretaria de Estado da Educação, Joniely Cruz.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas estaduais de Sergipe recebem R$ 22 milhões para adequação ao retorno das aulas presenciais

Desde abril de 2020 que o Governo de Sergipe não mede esforços em dotar as escolas da rede estadual com equipamentos e serviços necessários para garantir o retorno às aulas presenciais de forma segura. Ao longo de 2020, o Programa de Transferência de Recursos Financeiros Diretamente às Escolas Públicas Estaduais (Profin) repassou R$ R$ 19.228.740,00 a serem investidos em protocolos de segurança, insumos de biossegurança e compra de equipamentos de proteção individual e coletivo.

Com esses recursos, as escolas puderam adquirir produtos como totem para higienização das mãos, aferidor de temperatura, protetor facial, máscaras, álcool, tapete sanitizante, entre outros itens. Também alicerçaram a execução de serviços para dotar em infraestrutura tornando as escolas bem mais acolhedoras e seguras.

A aquisição dos produtos se deu a partir de um plano elaborado pela escola devidamente aprovado pelo Conselho Escolar e executado conforme diretrizes da Seduc. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Governo de Sergipe distribui kit de merenda a mais de 150 mil alunos

As escolas estaduais de Sergipe têm reforçado a distribuição dos kits de merenda escolar aos alunos matriculados no ano letivo de 2021, como vem ocorrendo no Colégio Estadual General Siqueira, situado no bairro Siqueira Campos, em Aracaju, cuja comunidade chegou cedo para retirada dos alimentos nesta sexta-feira, 9. Ao todo, a equipe diretiva montou 1.064 kits contendo 20 itens, entre estes, duas proteínas. Paralelo a isso, a unidade realiza também a entrega dos kits escolares de uso contínuo e os livros didáticos.

O kit contém gêneros como feijão, arroz, suco, extrato de tomate e frango. De acordo com a gestora, professora Patrícia de Aragão, os pais e mães estão muito felizes porque é um alimento que chega em uma boa hora, ainda mais, segundo ela, em um momento que não está sendo fácil por conta da pandemia. “O sucesso da entrega do primeiro dia deu-se graças ao empenho de todos os funcionários da escola e do auxílio inestimável do Corpo de Bombeiros Civil. A equipe diretiva ficou muito feliz com o êxito da entrega”, declarou.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe lança segunda edição da Revista Educa com relatos de boas práticas escolares em tempo de pandemia

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) lançou nesta quinta-feira, 1º de abril, a segunda edição da Revista Educa.  O periódico é impresso e foi produzido pela equipe da Assessoria de Comunicação da Seduc, composta por jornalistas, repórteres fotográficos, designer, publicitários, social media, revisor textual e estagiários.

Nessa edição, a revista contém reportagens especiais sobre boas práticas desenvolvidas pelas escolas da rede estadual de ensino no período da pandemia do coronavírus. Essas práticas exitosas foram destaque no Prêmio Gestão Escolar 2020. O periódico é aberto por um artigo de autoria do secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, com o título “O ano que não acabou”. Em seu artigo, o secretário ressalta que o setor educacional foi mais prejudicado, mas que a rede estadual de ensino de Sergipe não capitulou à inércia. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Professor da rede estadual de Sergipe cria mural virtual para alunos se conhecerem no primeiro dia de aula

Os alunos do 7º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio do Colégio João XIII, em Ribeirópolis, tiveram uma forma bastante inovadora de se apresentaram, no início do ano letivo de 2021. Como as aulas, por enquanto, estão sendo realizadas de maneira remota, o professor Henrique Costa de Andrade, de Ciências e Biologia, criou uma comunidade virtual na plataforma Padlet, uma ferramenta online que permite a criação de um mural ou quadro virtual dinâmico e interativo para registrar, guardar e partilhar conteúdos multimídia.

Através desse mural virtual, os estudantes puderam se apresentar e conhecer melhor os seus colegas, através de foto e um texto no qual eles escrevem seus nomes, a turma na qual estavam inseridos e o que achavam da escola, da família, dos amigos e de si mesmos.

O professor explica que após a construção do Padlet, ele filtrava os textos, aprovando ou não a sua publicação, para que todos estivessem de acordo com a proposta da ação.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe abre ano letivo 2021 contando com mais de cinco mil alunos e professores online

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), realizou nesta segunda-feira, 22, a aula inaugural do ano letivo de 2021 em 325 unidades de ensino, que inicialmente ocorre no formato remoto, em virtude das resoluções do Comitê Técnico-Científico do Governo de Sergipe. Transmitido ao vivo pelo YouTube e TV Estude em Casa (canal 4.2), o evento foi marcado pela homenagem aos gestores, professores, famílias e alunos que, mesmo diante de uma pandemia, perseveraram na continuidade da aprendizagem dos estudantes sergipanos. O retorno presencial está programado para o dia 5 de abril, por meio do ensino híbrido. 

Representando o governador Belivaldo Chagas, o secretário da Seduc, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, abriu oficialmente o ano letivo com mensagens de esperança, otimismo e de preservação da vida. Em sua fala, o gestor ainda pontuou os investimentos que estão sendo aplicados para a efetivação do ensino híbrido na rede estadual, cuja metodologia permitirá que os estudantes participem das atividades escolares no formato presencial e remoto. “Esse encontro tem o propósito de marcar o início do ano letivo de 2021. É uma celebração do nosso compromisso com a educação, com nossos estudantes, com seus familiares, com todos os profissionais que tornam possível este imprescindível processo”.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas estaduais de Sergipe realizam acolhimento remoto no primeiro dia do ano letivo 2021

Acolhimento virtual, entrega de kits escolares e livros didáticos foram algumas das ações que marcaram o início do ano letivo de 2021 nas escolas estaduais, cujas aulas ocorrem, inicialmente a partir dessa segunda-feira, 22, de forma remota. Além disso, as equipes escolares aproveitaram a oportunidade para dialogar com os alunos e seus familiares, a fim de esclarecer informações sobre o calendário escolar, bem como as diretrizes para o efetivo funcionamento das atividades escolares. O retorno presencial da rede estadual de ensino está programado para o dia 5 de abril, por meio do ensino híbrido, metodologia que permite que os estudantes participem das aulas no formato presencial e online.

Na Escola Estadual Zeca Pereira, unidade situada no Povoado Betume, em Neópolis, o acolhimento aconteceu nos grupos de WhatsApp, como disse a diretora Eva Fortes. “O desejo de todos nós é que possamos logo estar juntos na escola, pois sentimos falta do espaço escolar, mas neste momento o Governo e Secretaria de Educação está prezando pela saúde de todos e fazendo esforços para alcançar os alunos permitindo o acesso aos estudos e nós enquanto escola estamos aqui prontos para ajudar nossos alunos”. A equipe também realizou um sorteio para fortalecer a interação com os pais, entregou os kits escolares com material de uso contínuo, além do livro didático.

LEIA MAIS

Padrão