GERAL, SERGIPE

Sergipe registra aumento de 19,83% no número de inscritos para Enem 2020

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, nesta quinta-feira, 28, que 6,1 milhões de pessoas se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio. A rede estadual de ensino de Sergipe registrou 12.720 candidatos inscritos. Esse número ultrapassou em 19,83% o quantitativo se comparado com 2019, quando 10.615 candidatos se inscreveram. O Inep ainda não divulgou os dados gerais do número de inscritos em Sergipe.

Segundo informações do site do Inep, no final do mês de junho será feita uma enquete com os participantes. As datas das provas do exame serão definidas após essa consulta.

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, destaca que este ano foi atípico, por conta da pandemia da Covid-19, mesmo assim comemora os números alcançados. “Essa pandemia acarretou em distanciamento social e suspensão temporária das aulas presenciais. Agradecemos toda a mobilização feita pelas Diretorias Regionais de Educação, pelas escolas, gestores e professores, que realizaram uma grande força tarefa, motivando positivamente os estudantes. A gente pede aos alunos que continuem empenhados nos estudos, a fim de que possam alcançar o tão sonhado objetivo de ingressar no Ensino Superior”, afirmou.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe disponibiliza plantão Tira Dúvidas e caderno de orientações para gestores e professores

A partir da publicação da Portaria nº 2235, divulgada no último dia 27 de maio, a qual regulamenta, em caráter excepcional, a oferta de atividades escolares não presenciais a serem desenvolvidas nas escolas da Rede Pública Estadual de Ensino, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Educação (DED), disponibiliza um novo canal de comunicação com o plantão de tira dúvidas.

Doisnúmeros de telefones, um fixo e um móvel, estão disponíveis para que gestores e professores possam tirar as dúvidas que forem surgindo durante o planejamento semanal das unidades de ensino que se organizam para a retomada das aulas não presenciais. Das 8h às 12h, técnicos do gabinete do DED farão o atendimento por meio dos números 3194-3376 ou 79 99191-3312.

Na última semana, gestores e professores começaram a estudar e analisar a portaria que orienta a retomada de aulas não presenciais a fim de diagnosticar, no âmbito da comunidade escolar, as necessidades de cada uma das unidades escolares. Desse modo, a análise passa por compreender a abrangência, caracterização, mobilização dos professores que irão aderir à realização das atividades e à operacionalização que possam conduzir um retorno sob a perspectiva do que precisa ser feito para alcançar todos os estudantes.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas de Sergipe se mobilizam para planejamento de atividades letivas não presenciais

As escolas estaduais de Sergipe trabalham em pleno vapor para a operacionalização e planejamento das atividades letivas não presenciais. Expedida e publicada na última quinta-feira, 28, a portaria nº 2235/2020 da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) regulamenta, em caráter excepcional, a oferta de atividades escolares não presenciais a serem desenvolvidas nas unidades de ensino da Rede Pública Estadual, computadas como carga horária mínima anual obrigatória, durante o período em que permanecer o decreto governamental suspendendo as atividades educacionais presenciais.

De acordo com a professora Ana Lucia Lima, diretora do Departamento de Educação (DED), a adesão da escola é o primeiro passo para a realização das Atividades Escolares Não Presenciais. As equipes de gestão e pedagógica deverão, coletivamente, decidir para que todos abracem a proposta. “Após a adesão, é importante que a escola estabeleça alguns dias para  seu planejamento antes de iniciar as Atividades Escolares Não Presenciais, observando os meios, recursos e estratégias conforme a realidade de cada escola, dos estudantes e professores”, explicou.

Ainda segundo ela, a Seduc disponibilizou suporte pedagógico para o planejamento e realização dessas ações, com sugestão de material didático, videoaulas, planos de aulas, atividades para os estudantes, relatos de práticas escolares e diversos conteúdos que estão disponíveis no Portal Estude em Casa (www.seduc.se.gov.br/estudeemcasa) para auxiliar as unidades de ensino e seus professores. “Cada escola sabe da sua realidade e tem autonomia para planejar atendendo às suas especificidades”, frisou a diretora do DED.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Bahia prorroga suspensão das aulas e de eventos

O decreto n° 19.586 que determina a suspensão das aulas na rede estadual e a realização de eventos com mais de 50 pessoas em todo o território baiano foi prorrogado até o dia 21 de junho. A continuidade da suspensão das atividades foi anunciada pelo governador Rui Costa na noite desta segunda-feira (1º), via transmissão ao vivo por meio das redes sociais.  O decreto venceria nesta terça-feira (2), entretanto, nesta data, será publicada, no Diário Oficial do Estado, a prorrogação das medidas por mais 19 dias e que têm por finalidade conter o avanço do novo coronavírus na Bahia.

O decreto também mantém suspenso o transporte coletivo intermunicipal em 247 cidades baianas que registraram casos da Covid-19 recentemente. O governador Rui Costa lembrou que os dados da doença são analisados diariamente. “Essas medidas de proteção são necessárias para que possamos diminuir a taxa de crescimento. Por exemplo, antes da antecipação dos feriados a média de crescimento diário do número de novos casos e da necessidade de novos leitos era superior a 5% e agora conseguimos baixar para 4.6% no número de casos e 2% para novos leitos. A nossa expectativa é controlar esse avanço da doença para que possamos, em breve, voltar à normalidade”.

O conjunto de suspensões previstas no decreto alcança também as atividades que envolvem aglomeração de pessoas, como eventos desportivos, inclusive jogos de campeonatos de futebol, profissionais e amadores religiosos, shows, feiras, apresentações circenses, eventos científicos, passeatas, aulas em academias de dança e ginástica, além, da abertura e funcionamento de zoológicos, museus, teatros, dentre outros.

Também ficam suspensas até 21 de junho a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano. A suspensão do transporte coletivo intermunicipal é adotada nas cidades que não possuem mais de 14 dias sem registros de casos do novo coronavírus. A medida inclui a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte intermunicipal coletivo, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Padrão
BAHIA, GERAL

Educação da Bahia abre 6.710 vagas do Pronatec para cursos on-line de qualificação profissional

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) abriu, nesta terça-feira (2), as inscrições  para 6.710 vagas em cursos de qualificação profissional, pelo Programa Nacional de Acesso do Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Os cursos são de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD), ou seja, serão realizados de forma on-line.

As inscrições podem ser realizadas gratuitamente no Portal da Educação, até o dia 11 de junho. Os cursos são para estudantes ou egressos da Rede Pública de Educação da Bahia, nos âmbitos federal, estadual e municipal. 

Com um investimento de R$ 3.825.220 milhões, estão sendo ofertados os cursos de Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural; Agricultor Familiar; e Agricultor Orgânico (Eixo de Recursos Naturais), além dos cursos de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual (MEI); e Promotor de Vendas (Eixo de Gestão e Negócios). 

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância desta oferta. “A oferta alcança 99 municípios de 26 Territórios de Identidade. Contamos com o engajamento  dos diversos segmentos da Educação para que possamos mobilizar a participação em massa dos baianos. Esta é mais uma oportunidade viabilizada pelo Governo do Estado para a formação dos estudantes e egressos da rede pública, mesmo em um momento de muitas dificuldades durante a pandemia”, afirmou.

Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia e, preferencialmente, no município de oferta do curso; ser integrante de família com renda per capita mensal de até meio salário mínimo e/ou de até três salários mínimos totais; e possuir conta de e-mail Enova ou Google válida. No ato da inscrição, o candidato deverá preencher por completo e corretamente o formulário e o questionário sócioeconômico disponibilizado.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Estudantes indígenas da Bahia participam de projeto on-line sobre valorização territorial

Os estudantes do Colégio Estadual Indígena Coroa Vermelha, localizado no município baiano de Santa Cruz Cabrália, estão participando do projeto pedagógico on-line “Maio indígena”, que aborda sobre territórios indígenas a partir de temas como sustentabilidade, demarcação e atitudes de bem-viver. Tendo em vista as medidas de prevenção ao novo Coronavírus (COVID-19), as atividades relacionadas ao projeto são desenvolvidas pelos estudantes por meio do WhatsApp e outras plataformas on-line, além de materiais impressos para os que não possuem acesso à internet.

As atividades, que vêm sendo desenvolvidas desde o dia 11 de maio e finalizam no dia 6 de junho, são trabalhadas por áreas de conhecimento, nas quais também tratam de assuntos como saúde indígena, arte e literatura de resistência indígena. Como produto final, os estudantes têm produzido vídeos, poemas, poesias, lives, memorial e criação de músicas.

A vice-diretora do colégio, Verônica Silva Santos, falou da importância da iniciativa. “O projeto pedagógico Maio indígena tem proposto a discussão de temas relacionados ao contexto atual em que estão inseridos os povos indígenas no Brasil, trazendo reflexões sobre a situação específica do povo Pataxó. Os resultados das atividades partem do diálogo com o professor orientador, tendo como princípio a liberdade de expressão do estudante”, explicou a gestora.

A estudante indígena Alessandra Cristina Ferreira da Silva, 3º ano, 19 anos, falou sobre a experiência. “As atividades on-line têm nos ajudado muito e são algo muito inovador, por serem realizadas à distância. Na primeira semana, abordamos o tema sobre Território e Identidade. Nesta semana, estamos abordando sobre contos Pataxós e nós iremos contar histórias dos nossos antepassados, que são de grande relevância para nós, povos indígenas”, afirmou.

O estudante Diogo Conceição, 3º ano, 17, disse que está gostando de participar do projeto. “O Maio indígena é importante para podermos olhar as nossas raízes e, através delas, pude conhecer a realidade vivida pela minha família e os valores dos espaços onde hoje vivo. As atividades dos projetos me fizeram abrir os olhos para a minha própria história como índio Pataxó. Está sendo muito bom participar desse projeto, pois estou aprendendo muito sobre a nossa cultura”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, RORAIMA

Governo de Roraima adquire mais de 12 mil kits para atender sistema prisional e escolas indígenas

Em continuidade ao processo de reestruturação da educação de Roraima, o Governo do Estado adquiriu mais de 12 mil kits de material escolar para atender aos estudantes da rede estadual de ensino. O material foi entregue nesta segunda-feira, 1°, no depósito do DAE (Departamento de Apoio ao Educando) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Foram entregues 12.599 kits escolares, sendo 3.678 para atender estudantes dos anos iniciais (1° ao 5° ano), 5.417 kits para os anos finais (6° ao 9° ano) e 3.504 kits para alunos do Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos). O investimento dos kits é na ordem de R$ 988.875,65. Os recursos são do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), que só foram disponibilizados por meio do empenho da atual gestão em destravar o PAR (Plano de Ações Articuladas), instrumento de planejamento de ações da Seed.

“Essa é mais uma ação do Governo, que mesmo em tempo de pandemia, não para de trabalhar em favor do Estado. Depois de décadas sem a aquisição de kits de material escolar, a Seed, através de recurso do FNDE, adquiriu esse material”, explicou o secretário adjunto do Sistema Educacional da Seed, Aerton Dias.

Os kits serão destinados para atender estudantes das escolas estaduais indígenas, alunos do CSE (Centro Socioeducativo Homero de Souza Cruz Filho) e da Escola Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes, que funciona na Pamc (Penitenciária Agrícola do Monte Cristo).

LEIA MAIS

Padrão