GERAL, PIAUÍ

Secretário de Educação do Piauí participa de live sobre o Ensino híbrido na prática da escola pública

Nesta terça-feira (31) a Associação Brasileira de Editores e Produtores de Conteúdo e Tecnologia Educacional (Abrelivros) promoveu um debate sobre os desafios da adoção do ensino híbrido na realidade da escola pública brasileira. Além do relato das dificuldades encontradas, foram abordadas experiências exitosas como da Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) e a utilização de diferentes recursos de ensino aprendizagem, mesmo em condições particularmente adversas.

Participaram da conversa transmitida pelo canal no Youtube da Abrelivros, Ellen Gera, secretário de Estado da Educação do Piauí e coordenador de Ensino Híbrido do Consed; Andréa Pereira da Silva, dirigente Municipal de Educação de Oliveira/ MG e membro da Undime; e Débora Garofalo, coordenadora do Centro de Inovação da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo.

Segundo o secretário piauiense, a Seduc já usava a tecnologia em sala de aula mesmo antes da pandemia. Desde 2012 uma rede de mediação tecnologia transmite aula ao vivo para todos os municípios. 

LEIA MAIS

Padrão
ALAGOAS, GERAL

Ensino híbrido combina atividades presenciais e remotas com revezamento de alunos em Alagoas

Com o retorno das aulas no formato presencial nas escolas da rede estadual, um dos termos mais ouvidos foi ensino híbrido. Essa proposta, que se adequa à realidade de pandemia, traz consigo a possibilidade de resgatar e fortalecer a aprendizagem dos alunos sem descuidar dos protocolos sanitários de combate a COVID-19 e tendo a tecnologia como aliada. Para saber como ele funcionará na prática, é preciso entender a sua organização.

Neste primeiro momento, as escolas voltam com 50% de sua capacidade, com os alunos de cada turma fazendo “um rodízio” onde metade comparece presencialmente na primeira semana e o outro grupo, na segunda. Para ambos, os professores trabalharão de forma articulada a partir de roteiros de estudos quinzenais, conciliando atividades presenciais e não presenciais.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas profissionalizantes da rede estadual de Sergipe retomam as aulas presenciais

As 15 unidades escolares da rede estadual espalhadas por todo o estado que ofertam a modalidade de ensino profissionalizante estão retomando as aulas presenciais nesta segunda-feira, 30. Após mais de um ano apenas com aulas online, por conta da pandemia do novo coronavírus, os alunos agora têm a oportunidade de encontrar-se presencialmente com os colegas e professores. O retorno é no modelo híbrido, alternando entre o presencial e o online, obedecendo a todos os protocolos de distanciamento físico e biossegurança.

São cursos em diversas áreas que preparam os alunos para o ingresso no mercado de trabalho, dando-lhes a oportunidade de desenvolverem-se profissionalmente. Nutrição, automação industrial, agente comunitário em saúde, música, informática para internet, hospedagem, restaurante e bar, redes de computadores e condomínio são apenas alguns entre os diversos cursos ofertados pelo Estado.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PIAUÍ

Educação do Piauí lança primeiro Guia com Diretrizes para o Ensino Híbrido

Com o objetivo de dar as diretrizes para o retorno das atividades pedagógicas flexíveis nas escolas da Rede Pública Estadual de Ensino do Piauí no ano letivo de 2021, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) lançou o primeiro “Guia de Possibilidades para as Atividades Pedagógicas Flexíveis”, nesta terça-feira (24). O material está disponível no site da secretaria e deverá apoiar e subsidiar a prática docente na abordagem híbrida.

A solenidade virtual foi conduzida pela diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem (Unea) da Seduc, Maria José Mendes Neta, e transmitida pelo YouTube do Canal Educação, reunindo o trio gestor e equipe de ensino das 21 Gerências Regionais de Educação (GRE), além da dupla gestora das escolas e professores de todo o estado. 

“Esse Guia foi elaborado por uma equipe técnica especializada da Seduc, com um grande apoio do Instituto Unibanco, no âmbito da implementação do Programa Jovem de Futuro, e também pela Tríade Educacional, com o olhar nas estratégias implementadas de abril de 2020 até agora. É um material dividido em três capítulos, que abordarão o que é o ensino híbrido e quais são os seus modelos, como organizar as atividades pedagógicas e avaliar os estudantes, além de trazer sugestões de aplicabilidades na prática”, explicou a diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem (Unea) da Seduc, Maria José Mendes Neta.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, MATO GROSSO

Pais destacam importância do ensino híbrido para aspecto emocional e aprendizagem em Mato Grosso

Após um ano e quatro meses de ensino não presencial, os alunos da rede pública estadual vivem um mês de agosto diferente: ensino na modalidade híbrida com a sensação de primeiro dia de aula. Motivo de adaptação também para quem convive com os estudantes, seus pais e responsáveis.

Simone Brender, mãe da Gabrielly Brender, aluna do 9º ano, da Escola Estadual Professora Arlete Maria, em Várzea Grande, revela já ter percebido a diferença no ensino da filha. “Se os demais pais percebessem como eles estão seguindo as medidas de biossegurança, como melhorou o rendimento, veriam que é possível voltar às salas. Nessas duas semanas de volta às aulas já noto a diferença. Ela acorda mais disposta”.

Entre relatos de desanimo e cansaço das telas, a divisão das turmas em grupos, entre os que frequentam as salas e os que ficam em casa, também foi um fator de estímulo.

“Minha filha é aluna do Grupo A no ensino híbrido e essa semana não está vindo à escola. Mesmo com aula em casa, percebo que ela está mais feliz”, revela Simone.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, TOCANTINS

Regional de Dianópolis realiza monitoramento pedagógico para retomada das atividades educacionais presenciais e ensino híbrido no Tocantins

Técnicas da assessoria de Gestão Pedagógica e Educacional da Diretoria Regional de Educação, Juventude e Esportes de Dianópolis participaram, nesta quarta-feira, 18, de encontro formativo para monitoramento das atividades educacionais realizadas nas escolas da DRE. O objetivo proposto pela equipe técnica da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) foi o acompanhamento do trabalho pedagógico e as ações para retomada das atividades educacionais presenciais e ensino híbrido da regional.

O encontro foi ministrado pelas técnicas da Seduc: Maria Nunes de Barros, gerente de Gestão Pedagógica; Anacele Alecrim de Almeida Silva, técnica de Orientação Educacional; e Claudia Martins dos Santos, técnica de Supervisão e Gerência de Gestão Pedagógica.

Entre os pontos abordados de supervisão e fortalecimento escolar estão: Aprovação dos Planos de Retomada as Atividades Educacionais, Indicadores de Aprovação e Reprovação, orientações sobre Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), Painel e Plano de Gestão; roteiro de estudo, monitoramento bimestral e acolhimento.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PIAUÍ

Mais de 600 escolas retornam aulas presenciais em Teresina e no interior do Piauí

As aulas presenciais na rede pública de ensino do Piauí voltam gradativamente nas escolas de Teresina e do interior do Estado. Em todo o Piauí, 613 escolas estão com aulas no sistema híbrido/remoto; 489 unidades totalmente híbrido e 124 escolas ofertando aulas de forma remota.

Desde a semana passada, os alunos do Ensino Médio e do 9º ano do Ensino Fundamental retornam às salas de aula com o monitoramento da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com vistas a garantir a segurança da comunidade escolar.

Uma das escolas que retornou com aulas presenciais, nesta segunda-feira (16), foi o Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Dona Maria Antonieta, localizado em Valença do Piauí.  Alunos do 9°ano do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio retornam com sistema híbrido, promovendo o rodízio de alunos nas dependências escolares semanalmente.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Alunos da rede estadual voltam às aulas presenciais em Sergipe

Após meses em casa estudando por aulas remotas, os alunos da rede estadual de ensino tiveram nesta terça-feira, 17, a concretização de um dia tão esperado por eles. As escolas da rede voltaram a ofertar as aulas presenciais, após autorização do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais do Governo de Sergipe. Em Aracaju, no Centro de Excelência Governador Djenal Tavares de Queiroz, os estudantes tiveram um acolhimento da equipe diretiva. Logo na chegada, os Jovens Protagonistas conversaram com os alunos e falaram sobre os protocolos de segurança que todos devem seguir para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, esteve na unidade de ensino para acompanhar de perto o retorno das aulas presenciais e conversar com alunos, professores e equipe gestora. Ele explicou que o período de pandemia ensinou a todos a importância da escola e do convívio social, e fez elogios ao colégio, que se mostrou preparado para receber os alunos.

LEIA MAIS

Padrão
AMAZONAS, GERAL

Governo do Amazonas realiza carona solidária e leva estudantes da rede estadual para vacinação contra Covid-19

Viabilizando o acesso dos adolescentes à vacinação contra a Covid-19, o Governo do Amazonas, por meio do projeto Carona Solidária, está disponibilizando, no último sábado (14), rotas para grupos de estudantes da rede estadual de ensino, com idades entre 12 e 17 anos. Os ônibus com os alunos saem das unidades escolares com destino ao Sambódromo de Manaus. Após a vacinação, eles retornam nos veículos para as escolas de origem.

De acordo com a secretária de Educação e Desporto, Kuka Chaves, o Carona Solidária tem o objetivo de garantir que os adolescentes sejam vacinados o mais rápido possível. Ela destaca que a ação acontecerá durante todo este sábado, buscando alunos de escolas de todas as coordenadorias da rede estadual.

“Nós já atendemos, hoje, mais de mil alunos pela parte da manhã. Estamos falando de em torno de 180 mil alunos que deverão ser vacinados. Essa é uma parceria muito grande entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus, em que o Governo, através da FVS, não tem medido esforços para que a gente consiga atingir o maior número (de vacinados), não só de 12 a 17 anos”, pontuou a secretária.

No Sambódromo foi montada uma tenda especificamente para atender os alunos que chegam ao local por meio das rotas.

LEIA MAIS

Padrão
ACRE, GERAL

Governo do Acre instala comitê para acompanhamento de volta às aulas

O governador Gladson Cameli criou nesta quarta-feira, 11, um comitê de acompanhamento de retorno às aulas híbridas (modo presencial e remoto) na rede estadual de ensino. O decreto de criação foi publicado no Diário Oficial do Estado do Acre (DOE).

De acordo com as orientações publicadas, ao comitê cabe orientar e monitorar o processo de retorno das aulas presenciais e avaliar as ações e medidas implementadas, propondo ajustes nas estratégias frente aos resultados identificados.

O comitê será composto por três representantes da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por três membros da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por um membro do Ministério Público Estadual (MPE), um membro do Conselho Estadual de Educação (CEE) e um do Conselho de Diretores de Escolas Públicas (Codep).

A coordenação do comitê será exercida pela SEE, que também fornecerá apoio institucional e técnico-administrativo e será responsável pelo assessoramento e pela organização dos trabalhos. Cada membro terá um suplente, que fará as substituições em casos de ausências e impedimentos.

LEIA MAIS

Padrão