ESPÍRITO SANTO, GERAL

Publicada Portaria Conjunta sobre retorno das aulas presenciais no Espírito Santo

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial deste sábado (08) a Portaria Conjunta, entre as Secretarias de Educação e da Saúde, que estabelece as diretrizes para as medidas administrativas e de segurança sanitária a serem tomadas pelos gestores das instituições de ensino no retorno às aulas presenciais, e dá outras providências.

Em seu Art. 1º, a Portaria visa a estabelecer as diretrizes para as medidas administrativas e sanitárias a serem adotadas pelas instituições de ensino públicas e privadas, em todas as etapas e modalidades de ensino no retorno às atividades educacionais presenciais, para fins de prevenção e controle da transmissão do novo Coronavírus, enquanto perdurar a situação de pandemia da Covid-19.

A implementação das medidas administrativas e sanitárias estão consignadas à avaliação de risco e à autorização para o retorno às aulas presenciais.

O retorno das atividades educacionais presenciais, que ainda não tem data definida, deverá ocorrer de forma gradual, em etapas e com revezamento. Medidas adicionais específicas serão estabelecidas para as classes da educação infantil, educação especial e para as escolas que possuem regime de internato/dormitório.

LEIA MAIS

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Escola do Espírito Santo cria jornal on-line

Os professores Glauco Barros da Silva e Sandra Raquel Pegnor, que lecionam na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Elvira Barros, de Afonso Cláudio, criaram o jornal on-line “Elvira News”. Com o jornal, os alunos contam com notícias e informações dos colegas, dos professores, dos funcionários, além de servir como um canal para expor as opiniões e atividades realizadas de forma remota.

Segundo o professor Glauco Barros, as ideias surgiram das manifestações dos alunos sobre a falta que sentiam da escola, de estarem juntos e da rotina diária. “Impossível não nos sensibilizarmos e tentarmos de alguma forma amenizar esse sentimento. Juntos, Raquel e eu, tivemos a ideia de fazer esse canal”, contou o professor.

O jornal busca também estimular os alunos à pesquisa, à busca de informações, à construção do conhecimento, à independência e à descoberta do protagonismo.

“O Elvira News é uma iniciativa que aborda os estudos nas áreas do trabalho com projetos e ensino por investigação, pois é integrado tanto na parte das disciplinas quanto no envolvimento de todas as turmas da escola, e na questão de trazer para o jornal o que o aluno é, seu olhar, a bagagem que ele traz de sua realidade, seu convívio, sua história”, explicou a professora Raquel Pegnor,.

Confira o jornal Elvira News:

https://sites.google.com/educador.edu.es.gov.br/elviranews/in%C3%ADcio

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

‘Tutoria’ é tema do primeiro webinário sobre Educação em Tempo Integral no Espírito Santo

Com o objetivo de apresentar metodologias a partir das práticas exitosas realizadas nas escolas da Rede Estadual, durante este período das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNP’s), teve início, nesta terça-feira (21), a série de webinários temáticos sobre ‘Educação em Tempo Integral’. Ao todo, serão sete lives, e cada uma abordará uma ação específica das escolas que ofertam essa modalidade de ensino. “Tutoria”, foi o tema desta primeira live.

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, participou da abertura do debate com o mediador e assessor da Educação em Tempo Integral da Secretaria da Educação (Sedu), Marcelo Lema. “Temos feito muitas ações formativas virtuais, trazendo ao conhecimento do público praticas exitosas que podem servir de inspiração e estímulo para as demais escolas. Esse é o espírito que tem norteado nossas webs, servir de inspiração e parâmetro. Meu muito obrigado a todos os profissionais que irão participar”, disse o secretário.

O assessor Marcelo Lema explicou como funciona a “Tutoria” nas escolas de Tempo Integral. “A metodologia da ‘Tutoria’ consiste em promover o acompanhamento de cada estudante, por um profissional da escola. A função desse profissional é acompanhar e dar suporte ao projeto de vida do aluno e manter contato com a família por meio desse processo. E a tutoria foi um grande potencial de sucesso nesse momento de atividades remotas, com os alunos distantes, fisicamente, das escolas”, afirmou.

Participaram da live a coordenadora Pedagógica Laurice Sardenberg, do Centro Estadual de Ensino Fundamental e Médio de Tempo Integral (CEEFMTI) Pastor Oliveira de Araújo, de Vila Velha; o professor da mesma escola Jaider Faier; a diretora Kátia Franco, do (CEEMTI) Maria Penedo, de Cariacica; a coordenadora pedagógica da mesma escola Rachel Couto; e a pedagoga Anastacia Pizetta, do (CEEFMTI) Francisco Coelho Ávila Júnior, de Cachoeiro de Itapemirim. 

LEIA MAIS

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Alunos líderes de turma no Espírito Santo atuam como protagonistas para prevenir abandono escolar

Para prevenir a evasão escolar, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Alto Rio Possmoser, em Santa Maria de Jetibá, está realizando uma ação chamada “Estudantes líderes de turma como protagonistas: trabalho na busca ativa para que todos tenham acesso às Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs)”.

Segundo a diretora Adriana Tesch, a escola tem seguido as diretrizes operacionais da Secretaria da Educação (Sedu), mas também tem criado estratégias para manter os alunos estudando. “Estamos desenvolvendo ações que, juntamente com os líderes das turmas do Ensino Fundamental e Ensino Médio, busquem atender aos três princípios definidos pelas diretrizes da Sedu: manter o vínculo do estudante com a escola, prevenção do abandono e da evasão escolar, e a equidade no acesso às APNPs”, ressaltou.

A diretora da escola realizou a primeira reunião de líderes usando webconferência, por meio do Google Meet. “Os jovens protagonistas estão colaborando na busca ativa daqueles que ainda não têm acesso às APNPs, seja por meio digital, seja por meio impresso. Esperamos, com essa ação, atender com mais eficácia aos nossos estudantes, proporcionando acesso às atividades, prevenindo o abandono e a evasão e também mantendo o vínculo escolar”, disse Adriana Tesch.

A aluna do 9º ano Julia Boecker é uma das líderes de turma, que está colaborando com a iniciativa da escola. “Achei uma questão bem importante a ser abordada, pois, mesmo em isolamento social, é necessária uma relação com a escola. Devemos incentivar, animar e ajudar nossos colegas de classe. Com este momento difícil, não estamos sozinhos, mesmo longe um dos outros”, relatou.

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Estudantes do Espírito Santo contam com videoaulas que visam prepará-los para o Enem

A Secretaria da Educação (Sedu), com o objetivo de fornecer ao estudante uma preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), disponibilizou no site do programa EscoLAR videoaulas de Língua Portuguesa, Língua Espanhola e Língua Inglesa, o “Hora do Enem”, CLIQUE AQUI. As videoaulas buscam fornecer uma melhor compreensão das habilidades e competências da matriz de referência dos conteúdos do Exame.

Os estudantes podem acompanhar outras videoaulas dos demais componentes curriculares, pelo site: https://tvescola.org.br/programas/programa/hora-do-enem/, ou também podem acompanhar pelo programa “Cai no Vestibular”, transmitido pela TV Brasil, pelo site: https://tvbrasil.ebc.com.br/cainovestibular. Ambos os programas também se encontram no YouTube.

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Educação do Espírito Santo divulga nova programação de formações abertas ao público

A Secretaria da Educação (Sedu), por meio da subsecretaria de Educação Básica e Profissional (SEEB), está promovendo uma série de formações, por meio de lives em plataformas como Google Meet e YouTube. A ação formativa, desta quinta-feira (09), abordará o tema “Ensino colaborativo: planejamento e práticas no contexto atual de pandemia”. A transmissão será pelo canal do Grupo de Pesquisa Formação, Pesquisa-ação e Gestão em Educação Especial (Grufopees), no Youtube, às 19 horas.

Link do canal: https://www.youtube.com/channel/UClzuLQq2ve0xxJwE0QZkBGQ.

Os públicos-alvo são professores, pedagogos, gestores, familiares e demais interessados. Os profissionais convidados são os professores Ana Paula Zerbato, da Universidade de São Paulo (USP); professora mestranda Ana Lúcia Sodré de Oliveira, da Secretaria Municipal de Educação (SEME) de Vitória, e a professora doutora Mariangela Lima de Almeida, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Confira:

Cronograma I

Cronograma II

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Secretário do Espírito Santo participa de debate sobre os desafios da educação na pandemia

O Movimento Mapa da Educação está realizando a “Semana Educacional: Jovem de Futuro”, que debate os desafios impostos pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na área da educação. Nesta quinta-feira (09), o convidado para o debate foi o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, representando a região Sudeste. Ele falou sobre as ações desenvolvidas pelo Governo do Espírito Santo diante da necessidade de dar continuidade a aprendizagem, mesmo com as escolas fechadas.

“Ser gestor é um desafio, mas ser gestor educacional em tempos de pandemia é um desafio muito maior. A pandemia foi algo que ninguém planejou e nem esperava. Por isso, tivemos que dar uma resposta rápida para garantir o mínimo de aprendizagem aos estudantes e conexão entre aluno e escola/professores”, afirmou o secretário Vitor de Angelo.

Entre as ações citadas está o EscoLAR, programa de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) da Secretaria da Educação (Sedu), que contempla um conjunto de recursos capaz de apoiar as escolas e os professores a darem continuidade ao processo de ensino e aprendizagem por meio da complementação das aprendizagens já adquiridas e, do desenvolvimento de novas aprendizagens por parte dos estudantes, favorecendo também o reforço escolar.

“Usamos um canal da TV aberta com aulas para os alunos, patrocínio de Internet para alunos e professores terem acesso às ferramentas digitais, tão preciosas nesse momento, entre outros suportes”, destacou.

O secretário da Educação ressaltou também a preocupação com os profissionais. “A Sedu já contava com a Ação Psicossocial e Orientação Interativa Escolar (Apoie), iniciativa que tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento intelectual, emocional e social dos alunos, com a atuação de uma equipe de profissionais na promoção de ações psicossociais do cotidiano escolar. Essa ação foi reforçada para dar suporte aos profissionais da Rede”, comentou.

LEIA MAIS

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Educação Quilombola é tema de formação on-line para profissionais da Rede Estadual do Espírito Santo

A Secretaria da Educação (Sedu) realizou, na manhã desta quinta-feira (09), o Encontro Formativo – Educação Escolar Quilombola, com o tema “Educação Escolar Quilombola: concepção de educação coletivamente construída”. Realizado de forma on-line por meio da plataforma Google Meet, o evento contou com a participação de supervisores e superintendentes, representantes da Escola Quilombola Graúna, técnicos e gestores da Sedu.

A iniciativa teve como convidada Olindina Serafim Nascimento, mestre e doutoranda em Educação, Membro da Comissão Quilombola do Sapê do Norte no Grupo de Trabalho (GT) de Educação e militante do Movimento Negro Unificado do Espírito Santo. “É um imenso prazer em dialogar sobre a temática para nós do Movimento Negro e do Movimento Quilombola”, disse.

A gerente de Educação do Campo Indígena e Quilombola (GECIQ) da Sedu, Valquíria Santos Silva, destacou que “o momento é de extrema importância, pois ajuda e dá continuidade à construção da política voltada à Educação Quilombola na Rede Estadual de Ensino. Além disso, é muito importante esse momento de diálogo. A equipe da Sedu acredita no sentimento de contribuição para tanta luta. Também queremos agradecer ao secretário [de Estado da Educação] Vitor de Angelo pelo entendimento da continuidade das formações, principalmente nesse momento em que os profissionais precisam dialogar e manter esse processo formativo”, pontuou.

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Espírito Santo anuncia que Atividades Não Presenciais passam a valer como carga horária letiva a partir de julho

As Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs), oferecidas por meio do programa EscoLAR, passarão a contar como carga horária letiva a partir do dia 1º de julho. Integram o Programa as videoaulas exibidas pela TV aberta, o Aplicativo EscoLAR e o fornecimento das atividades impressas. A medida contempla os alunos das escolas públicas estaduais. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (25) pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, em entrevista coletiva.

As diretrizes curriculares, com todo o detalhamento de como funcionará, serão publicadas na próxima semana, de acordo com o secretário. Vitor de Angelo informou que essa foi, inclusive, uma demanda da Rede. “Os professores têm trabalhado muito e com afinco. A maturidade do Programa, acumulada ao longo dos três meses, nos permite dar mais esse passo. Hoje já temos a condição de monitorar detalhadamente a implementação das atividades e acompanhar as escolas na execução das ações”, disse.

O governador Renato Casagrande afirmou que esse é um passo importante no que cabe às escolas da Rede Estadual. “Desde o primeiro momento da pandemia [do novo Coronavírus] tomamos diversas medidas em busca de estabelecer um plano de convivência também na área da educação. Já temos três meses de alunos e professores longe das escolas, porém, criamos mecanismos para manter o vínculo entre eles por meio das atividades pedagógicas não presenciais”, pontuou.

LEIA MAIS

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Escolas do Espírito Santo promovem formação para professores

Com o novo formato de dar aulas, por meio das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) e outros desafios da Educação, escolas da Rede Estadual estão promovendo formações para dar suporte aos professores. É o caso da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Alto Jatibocas, em Itarana.

“A sociedade está atônita com o momento: máscaras, álcool em gel, álcool 70%, lava tudo, limpa, distanciamento social, APNPs. As famílias se comprometem, mas há muitas dificuldades a superar. Há tempos tentamos trabalhar nossos professores e alunos no mundo da tecnologia que nos cerceia, mas na escola. E agora, com as atividades remotas, cada um de sua casa está tentando fazer 100% para que o ensino-aprendizagem seja garantido”, disse a diretora Luzineti Marquez Coan.

Para auxiliar os professores, o planejamento da formação está sendo semanal, sobre: Google Forms, Produção de vídeos, Seu Digital, Currículo Interativo, EscoLAR, Google Sala de Aula, devolutivas dos alunos, atendimento individualizado, trabalho interdisciplinar, entre outros temas, que são exigidos do trabalho remoto.

“Já organizamos café da manhã para começar os trabalhos, e sempre iniciamos com uma reflexão. A avaliação do trabalho nos diz que o caminho é esse”, disse a diretora da (EEEFM) Alto Jatibocas.

LEIA MAIS

Padrão