ALAGOAS, GERAL

Educação de Alagoas abre ciclo de formação pedagógica para modelo híbrido

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) continua investindo na qualificação do ensino da rede estadual através da capacitação de seus profissionais. Considerando o retorno previsto para o dia 16 de agosto, ainda no modelo híbrido, a Superintendência de Políticas Educacionais preparou um Ciclo de Formações para estimular o engajamento dos professores e alunos no novo formato. 

“Dentre as várias ações elaboradas pela Seduc, a formação continuada é uma perspectiva muito clara de desenvolvimento e apoio à qualidade da educação em Alagoas. Nesse momento, na iminência do retorno ao ensino presencial e remoto, é extremamente importante preparar as escolas, alunos e professores com essa série de encontros voltados para formação e capacitação do corpo docente”, afirma o superintendente de Políticas Educacionais, Ricardo Lisboa. 

A primeira formação foi lançadana última quinta-feira (22), em parceria com o Instituto Gesto da Fundação Lemann. O curso “Mathema e Porthema” é voltado para todos professores de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Fundamental da rede estadual e tem o objetivo de discutir as práticas dos professores para melhorar a aprendizagem dos alunos, ampliando as estratégias de aulas híbridas. O curso será realizado pela plataforma Mathema e terá certificado e carga horária de 20 horas semanais.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PERNAMBUCO

Estudantes retornam às aulas na Rede Estadual de Pernambuco

Estudantes de todas as etapas e modalidades de ensino das 1.055 escolas da Rede Estadual retornam às aulas, após recesso escolar, nesta quinta-feira (22). Para manter a segurança de professores, equipe gestora e alunos, as unidades de ensino estão seguindo os protocolos de segurança contra o Covid-19. Além das aulas presenciais, também serão retomadas as aulas remotas, através do Educa-PE, com o suporte do programa Conecta Aí, que disponibiliza pacotes de dados móveis para quem não possui internet. 

Frascos de álcool em gel espalhados pelos corredores e em ambientes de uso coletivo compõem o ambiente atual das escolas. Para os estudantes, a sensação é a de que estão em um ambiente seguro, onde podem ter a expectativa de um mundo melhor. Sahra Emanuele, estudante do 2º ano do Ensino Médio da EREM Padre Osmar Novaes, contou que frequenta as aulas presenciais no modelo híbrido de ensino desde o último semestre letivo. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SANTA CATARINA

Santa Catarina encerra semestre letivo com 70% de alunos no modelo presencial e 95% de professores vacinados

Com o início do recesso escolar para os estudantes nesta semana, a rede estadual encerra o primeiro semestre de um ano letivo atípico e marcado por transformações na educação. Um semestre que iniciou com muita expectativa no dia 18 de fevereiro, quando os alunos retornaram às salas de aula após quase um ano de ensino remoto, e que se encerra com cerca de 70% dos alunos frequentando as aulas presenciais.

Ao longo do semestre, o Governo do Estado antecipou a vacinação dos profissionais da Educação em Santa Catarina. A imunização deste grupo começou em 26 de maio e nesta semana já alcançou 95% dos professores e todos os trabalhadores da equipe gestora, de alimentação e transporte, que atuam nas escolas e órgãos administrativos de Educação, do Ensino Infantil até do Ensino Superior.

Para acelerar e organizar a vacinação dos profissionais da educação, a SED coordenou a criação do Plano de Vacinação para o grupo e um levantamento inédito com informações sobre todos os trabalhadores do setor no estado. O ‘Censo da Educação Catarinense’ detalhou informações de 201 mil pessoas, entre professores, técnicos, profissionais de limpeza, serviços gerais, alimentação, vigilantes e todos os demais trabalhadores que atuam na educação em Santa Catarina. O levantamento também será utilizado para planejar e criar políticas públicas para qualificar a educação.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PERNAMBUCO

Escolas da Rede Estadual de Pernambuco retornam do recesso nesta quinta-feira (22)

Nesta quinta-feira (22), os estudantes da Rede Estadual de todas as etapas e modalidades de ensino voltam às aulas do segundo semestre do ano letivo. Para os que optaram por retornar presencialmente, a Secretaria de Educação e Esportes (SEE) mantém com rigor os protocolos de segurança contra o Covid-19. As aulas remotas também serão retomadas pelo Educa-PE, com o suporte do programa Conecta Aí, que disponibiliza pacotes de dados móveis para quem não possui internet. As 1.055 unidades de ensino de todo o Estado estão prontas e seguras para receber os estudantes. 

A Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Santa Paula Frassinetti, situada no bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife, já está totalmente higienizada e sinalizada para um retorno seguro. “A nossa escola já está com os totens de álcool em gel que a Secretaria enviou, tapetes sanitizantes, placas que indicam a capacidade máxima de pessoas de todos os ambientes, entre outras medidas. É muito importante que os estudantes saibam que nós estamos aqui na escola, juntos, para fortalecer o ensino ofertado em Pernambuco mesmo diante de uma pandemia. Estamos seguindo todos os protocolos de segurança e a nossa expectativa é que esse retorno seja o mais seguro possível”, disse Edson Araújo, gestor da EREM.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PARANÁ

Rede Estadual do Paraná inicia o segundo semestre letivo com mais de 80% das escolas abertas

Os estudantes da rede pública estadual retornam às aulas nesta quarta-feira (21) em todo o Paraná para o início do segundo semestre, dando continuidade às atividades do segundo trimestre letivo, conforme o calendário escolar da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR).

Assim como vem acontecendo desde 10 de maio, também segue a reabertura gradual das instituições para a retomada das atividades presenciais no modelo híbrido. Mais de 1,7 mil colégios abrem total ou parcialmente nesta semana, cerca de 500 a mais do que no encerramento do primeiro semestre. Em algumas cidades, ainda existem decretos municipais que impedem o retorno.

Na capital, 149 dos 155 colégios abrem. Em Londrina, por exemplo, todas as 68 escolas estarão abertas, assim como as 32 de Maringá.

LEIA MAIS

Padrão
ALAGOAS, GERAL

Escolas estaduais de Alagoas fazem simulação para retorno seguro às aulas presenciais

Com o anúncio de que as escolas da rede estadual poderiam voltar às atividades presenciais no dia 16 de agosto, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), tem tomado todas as medidas necessárias para garantir uma retomada segura para toda a comunidade escolar: além do repasse de R$ 40 milhões do programa Rumo às Aulas, para que as escolas adequem sua estrutura física, a Seduc enviou para cada escola um protocolo com orientações para a retomada segura das aulas. 

O documento, disponível neste link, traz orientações de segurança sanitária, nutricional e alimentar, delimitação de espaços e o quantitativo de pessoas permitido em um espaço fechado. Higienização constante, uso de máscaras e distanciamento social são algumas das recomendações para essa nova realidade. Cada unidade de ensino também vai elaborar um plano de retorno que consta de três etapas: preparação da equipe, reestruturação da nova rotina no ambiente escolar e monitoramento de todos os espaços.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, RORAIMA

Estudantes de Roraima retornam às atividades remotas no dia 20 de julho

Em Roraima, depois de 15 dias de recesso escolar, os 77 mil estudantes da rede estadual de ensino retornam às atividades remotas vinculantes (mediadas por tecnologia e material impresso) nesta terça-feira, dia 20 de julho. A medida contempla as escolas da Capital, interior e comunidades indígenas.

De acordo com o Calendário Escolar 2021, o ano letivo possui três trimestres. O primeiro foi de 03 de maio a 02 de julho. Agora, após o recesso terá início o segundo trimestre, que vai de 20 de julho a 30 de setembro.

O terceiro trimestre está programado para o período que vai de 1° de outubro a 23 de dezembro, com a entrega das notas finais, e encerramento do ano letivo. A recuperação final será de 27 a 31 de dezembro e as férias de fim de ano serão de 27 de dezembro a 25 de janeiro de 2022.

“Alertamos aos pais e responsáveis para que acompanhem a vida escolar dos filhos, sejam as atividades on-line e ou impressas que devem ser retiradas nas escolas. A frequência dos estudantes é registrada pelas atividades realizadas e percebemos que em algumas escolas não há retorno dos estudantes”, disse Raimunda Rodrigues, diretora do Departamento de Educação Básica da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

LEIA MAIS

Padrão
CEARÁ, GERAL

Ceará avalia alunos para medir impactos da pandemia na aprendizagem e propor soluções

O Governo do Ceará preza pelo desenvolvimento integral dos estudantes da rede pública estadual. Por este motivo, além de preparar as escolas para o retorno seguro às aulas no modelo híbrido (presencial e remoto) durante o segundo semestre de 2021, tem apostado em ações como a Avaliação de Impacto da Pandemia sobre as Aprendizagens (AVI). A iniciativa visa mensurar os prejuízos causados pelo distanciamento social à aquisição de conhecimento pelos alunos. Com isso, será possível montar estratégias adequadas para a recuperação dos saberes cognitivos, seguindo um planejamento pautado em evidências.

O trabalho é desenvolvido pela Secretaria da Educação (Seduc), em parceria com o Programa Cientista Chefe, da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (​Funcap). A avaliação tem como foco estudantes da 3ª série do Ensino Médio e do 9º ano do Fundamental e segue os mesmos parâmetros das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A escolha pelo método se deu para que fosse possível estabelecer comparações entre o desempenho atual dos alunos e a série histórica de resultados obtidos pelo Ceará.

A secretária executiva do Ensino Médio e Profissional da Seduc, Jucineide Fernandes, afirma que as atividades letivas dos próximos seis meses poderão ser orientadas de acordo com o que for observado nos testes. “No segundo semestre, agiremos no sentido de propor ações e estratégias para a rede com o objetivo de garantir as aprendizagens essenciais a todos os estudantes que concluam a educação básica”, ressalta.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe lidera entre os estados mais seguros para o retorno das aulas presenciais

As medidas adotadas pelo Governo de Sergipe para garantir segurança a alunos, professores e funcionários no retorno das aulas presenciais são consideradas as melhores do país, de acordo com um grupo de pesquisadores da Rede de Pesquisa Solidária, que monitora as políticas de enfrentamento da pandemia. Sergipe e Ceará estão empatados com 77 pontos, num índice de 0 a 100. Quanto maior a nota, mais próximas as políticas públicas estão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades sanitárias dos EUA e da Europa. A pesquisa foi publicada pela Folha de São Paulo nesse domingo, 11 de julho. 

O Estado de Sergipe foi apontado como o que tem rigoroso protocolo de segurança e injeta nos cofres das escolas recursos financeiros, além de eficientes manuais, planos, portarias e comunicação oficial. Foram analisadas políticas divulgadas pelos governos até o dia 21 de junho de 2021.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, RORAIMA

Governo de Roraima organiza escolas para retorno de aulas presenciais

O Governo de Roraima, investindo na educação e obedecendo às exigências dos protocolos para a retomada das aulas presenciais, está equipando e preparando as escolas da rede estadual de ensino. 

Como forma de garantir a segurança sanitária das instituições de ensino foram adquiridos por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), 1.202 totens para álcool em gel. O investimento do Tesouro Estadual é na ordem de R$ 392 mil.

“Nosso trabalho na educação não parou, mesmo durante a pandemia de covid-19. Estamos empenhados em tornar o espaço escolar seguro para o retorno das aulas presenciais. Em nossa gestão estão sendo feitas diversas ações para que isso seja possível, entre elas, a aquisição de produtos de higiene essenciais para esse momento”, disse o governador Antonio Denarium.

LEIA MAIS

Padrão