GERAL, SERGIPE

Educação de Sergipe dialoga com entidades estudantis sobre retomada das aulas presenciais

O superintendente executivo da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), professor José Ricardo de Santana, reuniu-se na manhã desta segunda-feira, 16, com representantes de entidades estudantis para uma conversa sobre a retomada das aulas presencias, que na rede estadual de educação terá início a partir da próxima terça-feira, 17, somente para os estudantes do 3º ano do Ensino Médio, Pré-Universitário e da 4ª Etapa da EJAEM. O encontro aconteceu de maneira virtual, por meio da plataforma Google Meet, e contou com a presença da presidente da União Sergipana dos Estudantes Secundários de Sergipe (Uses), Lizandra Dawany, e do coordenador da Coordenadoria Especial de Juventude (Cejuv), Eduardo Oliveira.

Durante a reunião, os representantes dos estudantes manifestaram a preocupação com a segurança sanitária dos alunos nas escolas durante a retomada das aulas presenciais, visando prevenir-se do contágio da covid-19. O superintendente destacou o pedido aos pais dos estudantes quanto ao desejo de que eles voltem agora para as aulas. “É importante que as famílias sinalizem se querem que seus filhos voltem às aulas presenciais”, disse.

LEIA MAIS

Padrão
BAHIA, GERAL

Psicólogos orientam professores e estudantes da Bahia a lidar melhor com o isolamento social

A equipe de psicólogos da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), através do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, vem, ao longo do ano, realizando uma série de oficinas on-line sobre diversos temas voltados para a saúde mental dos professores, estudantes e funcionários das escolas e dos Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), em todo o Estado. As atividades são realizadas através de plataformas, como a Google Meet, por meio das quais os profissionais orientam, debatem, tiram dúvidas dos participantes e indicam terapias voltadas para o bem-estar neste período de isolamento social, devido à pandemia do novo Coronavírus.

As oficinas são articuladas e agendadas pela coordenação do programa, juntamente com os NTES, de acordo com a demanda. As escolas que têm interesse em agendar oficinas também podem solicitar através do e-mail (saudedoprofessor@enova.educacao.ba.gov.br) ou diretamente com o Núcleo.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PIAUÍ

Aulas presenciais no Piauí: cerca de dez mil alunos estão em sala

Desde o dia 19 de outubro de 2020, as escolas da rede estadual estão autorizada a retomar, de forma presencial, as aulas para os estudantes da 3ª série do Ensino Médio e VII etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA).  

O chão da escola passou a ser uma realidade para 9.867 estudantes em 286 escolas, até o momento. Os alunos são avaliados de forma qualitativa.  

A retomada das aulas é um processo gradativo e para isso as escolas da rede estadual apresentam um plano pedagógico, além de seguir todas as orientações previstas nos protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus, já estabelecidos pelas autoridades em saúde.  

Embora não estivesse previsto nos protocolos de retomada, a  Seduc está garantindo a testagem para o novo coronavírus nos profissionais que estão envolvidos diretamente no retorno das aulas presenciais nas escolas e, até o momento, não houve caso positivo para a doença. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Escolas da rede estadual de Sergipe instituem comitês para acompanhar retorno das aulas presenciais

Tornando o processo de retomada das atividades presenciais cada vez mais democrático, as 204 escolas estaduais que retornam na primeira, instituíram comitês escolares de monitoramento para acompanhar as demandas de ordem sanitária, administrativa e pedagógica, observando as orientações gerais das Diretrizes de Retomada, documento disponível no portal da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc).

Formado por representantes das equipes diretivas, professores, servidores, pais e estudantes, o grupo de trabalho tem se reunido de forma constante, a fim de alinhar as tratativas de interesse da comunidade escolar.

Segundo a professora Eliane Passos, diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), o comitê escolar é uma instância para representação de todos os segmentos da escola, com foco na tomada de decisões de forma coletiva. Ela explica ainda que esse diálogo contempla várias frentes de trabalho como tratativas relacionadas às aulas, esclarecimento de dúvidas dos pais e alunos, reposição de material, além de articulação com a rede de proteção. “O comitê vai demandar providências para a gestão escolar”, frisou.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, RORAIMA

Ensino remoto em Roraima encerrará dia 10 de dezembro com a suspensão do ano letivo 2020

As atividades pedagógicas na rede estadual de ensino seguem sendo ofertadas até 10 de dezembro, data em que se encerrará o ensino remoto com a suspensão do ano letivo 2020. O retorno presencial às escolas continua sem data definida.

Os estudantes da rede não estarão aprovados e nem reprovados no ano letivo 2020. As avaliações, provas e atribuições de notas só poderão ser realizadas quando do retorno das aulas presenciais, momento em que poderá ser feito o cômputo das atividades remotas e do cumprimento efetivo de dias letivos, conforme normativas emanadas pelo CNE (Conselho Nacional de Educação).

Após o dia 10 de dezembro, os professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares continuarão realizando ações, como correção de atividades, avaliação das ações propostas no período remoto e planejamentos. As férias escolares do final do ano serão de 28 de dezembro de 2020 a 26 de janeiro de 2021.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL

Consed elege nova presidência para o biênio 2021-2022

O Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, elegeu nesta terça-feira (10) sua nova diretoria para o biênio 2021-2022. O secretário de Educação do Espírito Santo, Vitor de Angelo, foi eleito presidente da entidade e vai suceder a atual presidente, a secretária de Educação do Mato Grosso do Sul, Cecilia Motta, cujo mandato se encerra em fevereiro de 2021.

Angelo se elegeu com um discurso de continuidade da atual gestão e contou com ampla aprovação do fórum, que chegou a divulgar, nas últimas semanas, uma carta de apoio ao seu nome, assinada por 23 secretários. De acordo com a carta, “a postura e a condução agregadora, democrática e dialogada da atual presidente têm sido fundamentais para o necessário e esperado equilíbrio de uma organização múltipla e heterogênea como o Consed”.

Ainda segundo o documento, “as conquistas e os avanços obtidos no mandato da presidente Cecilia Motta devem ser não apenas mantidas, mas ainda mais fortalecidas pelo próximo presidente, dando continuidade à gestão participativa, autônoma e equilibrada dos anos recentes, sem abrir mão das parcerias, mas se orientando exclusivamente pelas necessidades da educação pública”.

Após sua eleição, o secretário Vitor de Angelo agradeceu a confiança dos pares e disse estar honrado com a nova missão. Em seu plano de gestão, entre outros objetivos, ele citou o fortalecimento das frentes de trabalho do Consed e da Agenda da Aprendizagem, desenvolvida em conjunto com a Undime e parceiros da Sociedade Civil Organizada. “Daremos ainda uma atenção especial ao Sistema Nacional de Educação, à colaboração com os municípios e a União, e queremos nos aproximar mais das universidades, por meio da Andifes”. Angelo também propôs a criação de uma frente de trabalho especial para tratar o pós-pandemia.

Além do presidente, foram eleitos na reunião extraordinária desta terça os vice-presidentes das regiões. Cecilia Motta passará a ser a primeira vice-presidente, pela região Centro-Oeste. O secretário do Rio Grande do Norte, Getúlio Ferreira, será o segundo vice, pela região Nordeste. A secretária de Roraima, Leila Perussolo, foi eleita pela região Norte e será a terceira vice. O quarto vice será o secretário Natalino Uggioni, de Santa Catarina. Já o secretário do Rio de Janeiro, Comte Bittencourt, foi escolhido pelo fórum para ser o quinto vice-presidente, pela região Sudeste.

Na presidência do Conselho Fiscal, continuará o secretário de Educação de Sergipe, Josué Modesto. Ao seu lado, estarão os secretários de Rondônia, Suamy Vivecananda; da Bahia, Jerônimo Rodrigues; de Goiás, Fátima Gavioli; de Alagoas, Fábio Guedes; e do Piauí, Ellen Gera. A posse vai ocorrer em fevereiro do próximo ano.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, PIAUÍ

Alunos da rede estadual do Piauí recebem kits alimentares

Estudantes da rede estadual de ensino estão recebendo o kit alimentar. A entrega dos gêneros alimentícios é articulada pelas escolas e as famílias são convocadas para recebê-los. 

Seguindo todos os protocolos sanitários e os devidos cuidados para prevenção à Covid-19, o Centro Estadual de Tempo Integral Solange Viana, localizado em Teresina, iniciou essa semana a entrega dos kits de alimentos. 

Avó de dois alunos da escola, a senhora Gildete Araújo foi uma das primeiras a receber os alimentos e fala da importância dessa ação. “Esse kit é de grande importância para nós, pois nos auxilia a garantir a alimentação dos nossos filhos que estão estudando em casa. Agradeço a escola por isso”, afirmou. 

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Educação Estadual de Sergipe publica recomendações para retorno presencial do Ensino Médio em Tempo Integral

Em consonância com as diretrizes, guias e protocolos de higiene e segurança formulados pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), disponibilizados no Portal Estude em Casa, plataforma de conteúdo e informações da Seduc, o Núcleo Gestor de Educação em Tempo Integral (NGETI) elaborou um documento com recomendações, orientações pedagógicas complementares e específicas para o retorno presencial das escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) – Programa Educa Mais, fundamentadas nas boas práticas, sugestões e experiências das equipes escolares e regionais de educação, com o objetivo de fornecer informações que norteiam as equipes na nova rotina escolar.

Nesta primeira fase, retornam 3.037 alunos que cursam os terceiros anos do Ensino Médio em Tempo Integral, nas 48 unidades escolares, em 31 municípios sergipanos. As famílias terão autonomia para decidir sobre a volta dos filhos às aulas presenciais. Para isso, os pais e responsáveis deverão assinar termo disponibilizado pelas escolas. O retorno se dará de forma parcial, gradual e segura.

LEIA MAIS

Padrão
GERAL, SERGIPE

Sergipe fará testagem por amostragem para a Covid-19 em alunos e professores da rede pública

Parceria entre o Governo de Sergipe e a UFS (Força Tarefa COVID-19/LaBiC) possibilitará testar 6 mil professores e alunos para os Anticorpos IgG e IgM para SARS-CoV-2 em 28 municípios sergipanos

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e da Secretaria de Saúde (SES), firmou uma parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) para realizar testagem por amostragem de professores e alunos da rede pública de ensino em todas as diretorias de educação. A iniciativa pretende testar 6 mil professores e alunos para os Anticorpos IgG e IgM para SARS-CoV-2 em 28 municípios sergipanos, com o objetivo de ter um parâmetro do vírus nessa população específica.

A testagem será feita mediante voluntariado dos alunos e professores, com consentimento dos responsáveis quando menor de idade, e iniciará a partir do dia 17 de novembro, data em que o Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE) do Governo do Estado autorizou a retomada das aulas presenciais na rede estadual de forma parcial e gradual para os alunos das turmas dos terceiros anos do Ensino Médio; do Pré-universitário; dos concludentes da educação profissional tecnológica (EPT) integrada ao ensino médio; educação de jovens e adultos (EJA) e aulas e atividades práticas de cursos de educação profissional tecnológica (EPT).

LEIA MAIS

Padrão
ESPÍRITO SANTO, GERAL

Alunos do Espírito Santo gravam vídeos de apresentação sobre pesquisa do novo Coronavírus

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Cândida Povoa, localizada em Apiacá, trabalhou com os alunos do 3º ano do Ensino Médio, a elaboração, leitura e interpretação de gráficos, conforme consta o plano de estudo no currículo da disciplina de Matemática. A proposta teve o objetivo de mobilizar os alunos para que analisassem uma pesquisa sobre o mapeamento da situação do novo Coronavírus (Covid-19) e apresentassem o resultado para a comunidade escolar.

A iniciativa foi do professor Sávio da Silveira Januário, que criou um grupo de WhatsApp para orientar o trabalho, por meio das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNP). “Os alunos aceitaram muito bem a proposta. Montaram o questionário sobre minha orientação e distribuíram via Google Forms, de forma que todos pudessem participar. O resultado foi incrível, pois superaram as expectativas na apresentação do trabalho”, disse Sávio Januário.

LEIA MAIS

Padrão